Nova Perspectiva

6 de janeiro de 2019

A vida é nossa melhor amiga

Eu já pensei em desistir de tudo. De jogar tudo pro alto. De jogar a vida para trás e sair correndo. E tudo isso por achar que essa vida não era pra mim. Porque quando as coisas pareciam se alinhar, elas saiam do eixo — e a casa em Virgem no meu mapa astral não permite coisas fora do lugar. Já sentei no meio fio da calçada da minha casa e chorei. Já olhei pro céu e questionei o Universo do porquê de tantos dias de luta e raros dias de glória. Já tive minha cama como meu refúgio do mundo. Já quis me refugiar em Marte.

Pensei mesmo em desistir da vida, mas acontece que a vida nunca desiste da gente. E ela tem uma maneira bonita de provar isso. É através de um dia de sol quando seu coração está nublado. De um bom dia de alguém, do nada, quando por dentro você está em lágrimas. De uma oportunidade quando você acha que não tem talento. De um sorriso dado em sua direção quando seus olhos estão murchos. De uma motivação vinda de algum lugar — alguém que conheça, redes sociais ou em uma frase pichada em um muro. Ou através do seu despertar pela manhã.

Comecei a enxergar milimetricamente esses sinais que a vida dá de “ei, não desiste de mim, porque eu não desisto do que você ainda é capaz” e agora a entendo. Ela é feita de sinais, de charadas e só prestando bem atenção nela você consegue decifrar. Ela não é ruim. Algumas coisas saem do lugar para outras se encaixarem como aquele jogo do 15. E no fim, tudo faz sentido. Nada que a vida faça é por acaso e muito menos à toa.

E ao final desse texto, te digo com o coração cheio de certeza: eu não penso e nem irei desistir da vida. Agora me jogo nela, nas oportunidades que ela me dá, nas lutas que encaro, nas glórias que conquisto, em cada lágrima que rola pelo meu rosto que se transforma em mais cinco sorrisos. Eu e a vida estamos praticando a reciprocidade. Eu não desisto dela e ela não desiste de mim. E é a partir dessa sintonia que as dificuldades da vida se tornam ensinamentos e as vitórias, provas de que tudo valeu a pena.

A vida é rara, clara e incrível, moço (a).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.