nome blog

3 de setembro de 2017

21 coisas que eu amo você

Eu amo quando você me abraça bem apertado, como se tivesse tentando me guardar dentro de você pra me proteger do resto do mundo. Amo quando você fala um monte de coisa boba só pra me ver dar risada a toa e depois fica me olhando como se tivesse admirando o quadro mais bonito que você já viu na vida. Amo quando você me escuta falar e falar e falar e me entende no meio de toda confusão que eu crio, mesmo quando eu mesma já não sei mais do que estou falando. Você me decifrou fácil, nem precisou de muito tempo pra saber como ler todas as minhas entrelinhas. Cê conhece de cor as minhas manhas, as minhas marras, os meus dramas. E o que me faz feliz.


Eu amo como você transforma todos os meus medos em nada e me faz acreditar que vai dar certo independente do que aconteça, mesmo com algumas tempestades no meio do nosso caminho e os problemas que vez ou outra vão bater na nossa porta. Amo como você me desarmou e me fez deixar de lado todo aquele meu discurso sobre desapego emocional pra apostar nas borboletas voando no estômago. Eu amo o jeito como você me faz balançar inteira só de chegar perto, como me tira do eixo sem fazer com que eu me sinta insegura. Eu amo quando você sorri do nada enquanto para a vista em cima de mim sem dizer sequer uma palavra e fica me observando em um silêncio que diz tudo o que eu preciso saber.

Amo o jeito que seus dedos percorrem minha pele e de como isso me arrepia fácil. Amo o seu toque, o seu carinho. Amo as nossas conversas longas sobre assuntos sem pé nem cabeça e de como a gente se entende numa confusão só nossa. Amo quando a gente fala do futuro com tanta certeza que não dá nem pra duvidar de que ele vai chegar do jeito que a gente quer. Amo como mesmo tão diferentes, a gente combina em quase tudo. Amo acordar esperando o seu bom dia e de como tudo melhora quando ele chega. Amo como você se preocupa com tudo o que tá acontecendo comigo, de como se interessa pelos meus assuntos. Amo que você é diferente de todos os outros caras do mundo. É sério! Você diz o que sente, quando sente, sem medo do que vai acontecer com isso. Você é sincero, transparente.

Amo quando você me provoca mesmo sabendo que eu vou ficar brava, sair do sério. Amo a sua paciência com o meu gênio forte e a minha tpm que às vezes dura quase o mês inteiro. Amo que você não se importa se eu sou complicada demais e não fugiu quando percebeu onde é que tava se metendo. Amo as suas manias, até as mais bobas que me tirariam do sério se fosse de qualquer outra pessoa. Amo que você me faz esquecer de tudo o que já passou, de todas as minhas cicatrizes, as minhas dores. Amo como você fez tudo fazer sentido. Tudo! E de como eu passei agradecer por cada pedra que apareceu e cada tombo que eu levei porque foi graças a isso que eu esbarrei em você. A gente não aconteceu por acaso. Eu sei! E é por isso que eu amo você.

0 comente aqui:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.