nome blog

20 de junho de 2017

Você veio pra somar



Eu tinha medo de compromisso. É sério! Eu tinha medo de ter que abrir mão das minhas vontades por alguém, de precisar desistir dos meus sonhos e deixar de lado os meus projetos. Tinha medo de estar com alguém que não se encaixa em nada do que eu planejei pra minha vida, sabe? De ter que parar de fazer o que eu gosto pra fazer o que ele gosta, de deixar de ir aos meus lugares favoritos, de estar com os meus amigos, com as pessoas que eu amo. Eu não queria parar com a minha vidinha de balada e começar a viver só de Netflix e pipoca. Eu queria os dois, só que achava que eram coisas opostas, que pra ter um, eu precisava aceitar ficar sem o outro. Mas aí você chegou e aconteceu exatamente o contrário do que eu imaginava! E eu descobri que compromisso não é sobre abrir mão de quem você é, mas sobre ser amado exatamente como você é.
Cê veio pra somar comigo, não pra subtrair como eu tanto temia. Assim que chegou, você já quis conhecer todos os meus amigos, virou parceiro da galera e logo me levou pra conhecer os seus também. Pediu pra ir aos meus lugares favoritos, fechou colar nos bares que eu frequentava e nas festas em que eu batia ponto. Me levou aos seus roles, me apresentou o seu mundo e conheceu o meu. Me mostrou que dá pra encher a cara na sexta-feira depois do trabalho e se acabar na pista até a perna doer e ainda aproveitar o domingo juntinho, assistindo um filme meio brega rachando uma barra de chocolate. Depois que você surgiu meio do nada na minha vida, eu entendi que namoro não é um bicho de sete cabeças, não é prisão, não sufoca. Namoro é parceria. É ter alguém pra dividir os momentos bons, as crises de choro, a cama, a camiseta (porque você sabe que eu adoro usar a sua de pijama), o café da manhã improvisado, os problemas, a cerveja, os sonhos, os amigos, as festas, a conta.

Foi você quem me ensinou que namoro é sobre ter alguém que tá sempre lá, junto, mesmo com as brigas, discussões, cara feia. Que é pra dormir no ombro num dia frio e dançar juntinho com uma música nada a vê. Cê me fez ver que namoro é sobre planejar viagens pelo mundo todo, das mais chiques e românticas aos mochilões por lugares inusitados. É pra falar do futuro em conjunto, né? Fazendo com que, de alguma maneira, os sonhos de cada um se torne os sonhos dos dois. É sobre ter alguém pra ligar depois de um dia estressante no trampo e ficar bem só de ouvir a voz que fala do outro lado da linha. É sobre respeitar o espaço de cada um, saber entender quando o outro não tá muito bem e só quero ficar um pouco quietinho. É sobre conseguir curtir junto seja onde for, esteja de pijaminha em casa com Netflix e pipoca ou naquela vidinha de balada de mãos dadas e um drink na mão.

5 comente aqui:

  1. Olá, que texto lindo, você me impressionou com sua escrita. Parabéns Flor ❤ A minha irmã está numa fase que acha que casar vai ser subtrair, tenho q mostrar esse texto à ela! Haha
    Beijos ❤
    melissamorei.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Espero ter o melhor desses dois mundos para mim também! Ainda é cedo para o dizer, mas a minha vida a dois está a caminhar nesse bom sentido.

    Gostei muito do texto! Beijo *

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Logo terá ♥ deixa na mão de Deus!! Beijos

      Excluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.