Nova Perspectiva

16 de junho de 2017

Eu queria que você tivesse dito que me amava antes

Ouvi dizer que você perguntou por mim, que queria saber como é que eu to, com quem é que eu to e se eu ainda falo de você. Ouvi dizer que você tá sentindo a minha falta, que queria me encontrar, me ver. Ouvi dizer que você pediu meu novo telefone pra um conhecido, que disse que ia me ligar pra dizer que tava arrependido, que queria o meu perdão. Ouvi dizer que você chorou quando a nossa música tocou em uma dessas baladas que cê bate carteirinha desde que a gente acabou e que tá de saco cheio dessa vida de solteiro. É moreno… Eu te avisei que esse dia chegar, não avisei? Eu te disse que cê tava largando a gente a toa, que ia acabar arrependido, mas você não quis me escutar, não quis acreditar. Você achou que eu tava errada, que ia ser fácil seguir em frente, me esquecer. Mas a noitada cansa, não cansa? Eu sei. E aí bate uma vontade de voltar pra casa e ter alguém pra contar como é que foi o dia e reclamar do trampo chato que paga pouco, mas não tem mais ninguém ali pra te ouvir porque você me mandou embora.

Eu confesso, o coração balançou um pouco quando pensei em como seria escutar sua voz no telefone depois de tanto tempo. As coisas aqui dentro de mim estremeceram com a possibilidade de te ver arrependido, tentando voltar atrás, arrumar a bagunça que você causou. Mas aí eu retomei o eixo, contei até dez e lembrei de tudo o que eu precisei vencer depois que você embora. Foi difícil te tirar de mim, sabe moreno? Você causou um estrago horrível. Sabe aqueles fantasmas do passado que atormenta o nosso sono? Eu tive que lutar contra vários. Era o fantasma do seu cheiro, o fantasma do seu gosto, o fantasma do seu abraço, o fantasma da sua voz, o fantasma do seu toque, o fantasma das suas promessas. Cada dia vinha um pra me fazer lembrar que eu não conseguia te esquecer. E aí eu chorava e chorava e chorava e me perguntava o que é que eu tinha feito de errado pra você ter ido embora tão de repente. Eu me culpei moreno! Logo eu, que fiz tudo pra gente dar certo, achei que tinha errado com você. Cê tem ideia do quão covarde isso foi? Porque foi você quem fez parecer que o erro era meu por cê ter cansado do nosso amor. Cê fez parecer que o mundo lá fora só parecia mais divertido porque aqui dentro tava um porre e em vez de você lutar pra gente melhorar, cê simplesmente jogou a toalha e me deixou sozinha como se eu fosse responsável por essa desgraça.


Enquanto você se divertia e postava fotos e mais fotos em baladas e viagens e em lugares que nunca pensou em me levar com garotas que talvez cê nem soubesse direito o nome, eu sofria calada revendo as nossas lembranças. Eu esperei você voltar moreno… Eu quis que você voltasse. Quis te perdoar, dizer que eu esquecia tudo, que dava pra gente recomeçar, passar uma borracha em tudo aquilo que tinha acontecido. Eu quis que você se desse conta de que aquele mundo não era pra você porque, droga! Como é que um mundo sem nós dois podia ser bom? Mas você não veio. E o tempo foi passando, passando, passando… A dor foi ficando menor e menor e menor e fui deixando de te esperar. É, do mesmo jeito que cê foi cansando da gente, eu me cansei de você. Parei de olhar as suas redes sociais, de ir aos mesmos lugares que você só pra tentar te encontrar, de te mandar mensagens no meio da noite e te ligar só pra ouvir sua voz. Eu parei de perguntar como é que andava a sua vida, o seu coração, a sua agenda… Fui te deixando no passado, como você queria que eu fizesse. Como você tinha feito comigo.

E o que eu quero dizer com tudo isso é que não adianta mais você me procurar cheio de desculpas querendo retomar a nossa história de onde a gente parou. Não adianta dizer pras minhas amigas que você tá sentindo saudade da gente e que não para de lembrar dos nossos planos e nem me pedir perdão pela forma como agiu comigo. Eu te perdôo por ter sido um babaca, por ter estragado o casal que a gente era e ter jogado fora o futuro que teríamos juntos, mas isso é tudo o que eu posso fazer agora. Eu queria que você tivesse tocado a minha campainha e dito que amava, mas eu queria que você tivesse feito isso antes deu resolver deixar de te amar. Por isso que não importa se você sente a minha falta agora, se fica olhando as minhas fotos e se arrepende de ter ido embora. Eu não ligo se você sente vontade de voltar no tempo e fazer tudo diferente, nem se percebeu que abriu mão da coisa errada e agora quer de volta tudo o que cê abandonou. Não dá mais. Já foi. Nosso tempo passou e não rola recomeçar. E mesmo se rolasse, dessa vez sou eu que não quero mais. A gente acabou e o amor que eu sentia por você, também. É tarde demais pra você vir querer me amar.

Um comentário:

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.