Nova Perspectiva

4 de maio de 2017

Sossega, o amor vem

Você pode clicar aqui e ouvir uma musiquinha enquanto lê o texto.

Você pode ir pra balada com suas amigas. Você pode fazer aquela viagem que planejou há algum tempo. Você pode ficar com um cara sem querer saber o nome dele ou o que ele faz da vida. Você pode viver sua vida sem se preocupar tanto em quando o amor vai aparecer. 

Talvez exista uma ideia que é passada por ai, de geração em geração, que o amor só vem se você estiver quietinha, atenta a todos os sinais possíveis, comportada, a espera dele. Mas então, isso é besteira das grandes, viu? Você pode viver e fazer o que tiver vontade, não precisa ficar atenta a sinal nenhum, nem ficar em casa sábado à noite porque precisa passar a impressão de que procura algo sério. Não, você pode ir pra balada sim, e pode beijar alguém se tiver com vontade mesmo que o proposito final não seja nada sério. O amor vem, garota, ele vem. 
E você não precisa parar sua vida a espera por ele, ou deixar de fazer algo por medo de afasta-lo. 

Ele pode vir na balada ou na fila do caixa do supermercado. Ele pode te encontrar as 4:00 da manhã depois de você estar acabada de tanto dançar numa festa, ou esbarrar com você a caminho do trabalho. Ele vem, mas não precisa esperar por ele. Vai viver. 

Aproveita sua juventude e alto astral, aproveita suas amigas e a festa open bar. Não precisa riscar compromissos da sua agenda, não precisa sair com óculos para enxergar ele melhor, não precisa viver sua vida em função de encontrá-lo. Até porque todo amor que você tem ai dentro de você, já basta.

Então sossega, menina, pare de calcular todos os passos que você dá, pare de se preocupar tanto com o que o amor pode estar pensando de você, pare de achar que se você cruzar a rua errada na hora errada vai desviar dele e perde-lo para sempre. O amor vem. Não tem hora marcada, não tem como apressa-lo ou adia-lo, só tem como viver e acreditar que quando for a hora, vai acontecer. Você não vai precisar ficar atenta aos sinais, porque eles estarão bem na sua cara, será impossível não perceber. 

O amor vai chegar, mas por hora, vai viver, há muitos amores para você encontrar por ai, na companhia das suas amigas, no seu cãozinho de estimação, nos encontros casuais de uma noite, num desconhecido que te fez rir muito e você nem sequer lembra o nome, em você mesma. Então menina, vai viver. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.