nome blog

4 de março de 2017

Eu te desejo tudo o que você fez pra mim

​Não me leve a mal, mas não vou fingir que eu te desejo um mundo de coisas lindas, que espero que você cruze com o amor da sua vida na próxima esquina e que cês sejam felizes para sempre juntos. E isso não tem nada a ver com o fato de termos acabado, nem de você ter percebido que não era tão feliz assim comigo, não tem a ver com a sua escolha de continuar essa caminhada sozinho e eu até podia perdoar aquelas coisas que cê me disse antes de ir embora, porque também não tem a ver com elas. Eu só não te desejo uma história dessas que deixam a gente sorrindo a toa, porque você nunca foi capaz de fazer ninguém sorrir.


Esse papo pode até estar parecendo coisa de ex amargurada, de alguém que não conseguiu superar o pé na bunda, mas nós dois sabemos que essas cicatrizes que eu carrego dentro do peito começaram a surgir muito antes de você pular do barco. O problema não foi você desistir da gente, foi você insistir sabendo que não queria mais só pra não ter que ficar sozinho. As minhas marcas nasceram enquanto cê fingia que me amava, mas desligava o celular sexta-feira a noite pra não ter que me atender e depois vinha no dia seguinte com uma mentira patética que eu fingia acreditar por medo de te perder. As minhas marcas foram surgindo todas as vezes que os seus amigos apareciam com um role melhor e você dizia que não tinha certeza se era eu a mulher da sua vida e depois, quando a rotina ficava chata e não tinha ninguém pra suportar o seu mau humor e as suas manias, cê voltava me pedindo perdão porque precisava de mim. Mas só precisava por um tempo, até cansar de novo e ir atrás de coisa nova. Por isso eu não ache que vou dizer que quero te ver dando certo com alguém ou vou torcer pra que você seja, eu realmente não espero isso e não se iluda achando que é ciúmes, só que você não merece reciprocidade, porque cê não aprendeu o que isso significa.




Longe de mim te desejar mal moreno! Eu te desejo sucesso, que você termine a faculdade, tire 10 no TCC, que não te falte dinheiro, festas e uma vida cercada pelos seus amigos que nunca aceitaram a gente, mas no amor... ah! No amor eu te desejo tudo o que você me fez passar. Sabe aquelas noites que eu passava em claro tentando descobrir o que é que cê tava fazendo que era muito melhor do que estar comigo? Então... E os dias que eu chorei até não ter mais forças? Aquelas minhas ligações que nunca foram retornadas e as mensagens que até hoje estão sem respostas? Sabe as declarações da boca pra fora que você me fez? E aquelas frases ensaiadas que me deixaram cheia de expectativas sobre nós? O "eu te amo" que você vivia me dizendo, mas nunca sentiu de verdade? Sabe as vezes em que eu te pedi pra jogar limpo e você me disse pra confiar em você? E confiei até quebrar a cara uma, duas, três, mil vezes? E as promessas sem pé nem cabeça que cê fazia e nunca tentou cumprir? Sabe todos os momentos em que disse que tinha cansado e tava indo embora e você me fez te dar outra chance só pra continuar tendo alguém? Só pra não ficar carente? É só isso que eu te desejo.

Não é vingança! Nem praga! Não é raiva ou mágoa ou sei lá o que. É justiça! Não quero que cê sofra mais do que me fez sofrer, mas também não quero que você esbarre em alguém que seja capaz de fazer tudo o que você nunca foi, porque cê é pequeno demais pra receber um amor grande. Eu quero sim que cê descubra o que é ter o seu coração dilacerado por alguém que jurou cuidar de você, o que é tentar achar um remédio pra aliviar essa dor que vem da alma. Quero que você também tenha que implorar um pouco de atenção, só um pouco, e que ela te faça ciúmes só pra se divertir com a sua cara. Que ria de como você é bobo por ficar em casa esperando ela voltar enquanto se diverte com as amigas e sei lá mais quem. Eu quero que você passe pelo que eu passei, igualzinho, só pra saber como é que eu me sentia. Eu não tenho culpa das suas escolhas, agora eu só desejo que cê colha tudo aquilo que você plantou.

0 comente aqui:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.