Nova Perspectiva

21 de fevereiro de 2017

Você não foi o primeiro, mas eu quero que seja meu último amor

​Você não foi o meu primeiro beijo, também não foi o primeiro cara que invadiu meu o coração e nem o primeiro que eu desejei com toda a minha força que ficasse ao meu lado pro resto da vida. Você não foi o primeiro dos homens a aparecer de repente e me tirar o sono, nem o primeiro a bagunçar a minha vida inteira ou a me tirar do eixo e me deixar sem saber o que fazer. Você não foi o primeiro que eu disse pra sempre, nem o que recebeu as minhas primeiras cartas ou ouviu as minhas primeiras declarações. Você não foi a primeira pessoa que me abraçou e eu tive vontade de nunca mais soltar, nem o primeiro cheiro a impregnar nas minhas roupas. Você não foi a minha primeira saudade e nem o meu primeiro amor. E eu acho importante você saber disso.

Antes de você houveram outras caras, outras histórias, outras pessoas, outros planos. Antes de você eu vivi outros romances, me entreguei pra outros braços, sorri pra outros olhos. Antes de você eu falei de casamento, de filhos, de futuro, montei projetos, viagens, sonhos. Antes de você eu me apaixonei, me entreguei, construí momentos, lembranças. Antes de você eu esbarrei em muita gente, mas não encontrei ninguém por quem valesse a pena ficar, por quem eu tivesse vontade de lutar. Antes de você eu quebrei a cara, perdi tempo, me decepcionei. Antes de você eu sofri, acreditei em quem não devia, me entreguei pra quem não merecia. Antes de você eu não entendia o sentido disso tudo e chorava com medo de acabar sozinha, porque eu achava que tinha o dedo podre, que tinha nascido sem sorte pro amor, mas não! Não era nada disso...

Antes de você eu quase desisti do meu "felizes para sempre", quase me contentei com um amor meia boca, pela metade. Antes de você eu quase abri mão de acreditar naquela história de pessoa certa, de alma gêmea, de gente que já nasce disposta a se encontrar. Antes de você eu comecei a me transformar em alguém descrente, sem fé no amor de verdade, nesse pra vida toda. Antes de você eu até sai e me diverti e conheci um bocado de outros caras, mas tava meio oca por dentro, vazia, murcha. Antes de você nada fazia muito sentido, mas ai você apareceu e tudo foi se encaixando, clareando, feito um quebra-cabeça que tava com a última peça perdida e sem ela não fazia o menor sentido.

Eu sei que você não gosta muito quando eu digo que já existiram outras pessoas, que mesmo sem admitir, que cê preferia que tivesse sido só você desde o começo, mas é exatamente por não ter sido que eu tenho tanta certeza sobre nós. Antes de você eu achava que tinha um pouco de azar nessas coisas do coração, mas depois que eu te conheci eu percebi que não... pelo contrário! Eu tive tanta sorte que a vida barrou todos os outros caras pra que só você pudesse entrar e fazer morada em mim. Meu dedo nunca foi podre, eu só tava apontando pro lado errado, e olhando pra eles eu entendi que nunca vou achar em mais ninguém o que vejo quando te olho. Com você eu não quero só falar de casamento e filhos e futuro, eu quero viver tudo isso.

Você pode até não ter sido o meu primeiro amor, mas desde que te conheci eu tenho certeza de que já é o último.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.