Nova Perspectiva

24 de fevereiro de 2017

Engole esse amor que ele recusou e se ama

Clique aqui para ouvir "The Lumineers - Sleep On The Floor" enquanto lê o texto.


Para de chorar por esse cara que não dá a mínima para você, por favor. Acredita em mim quando digo que você é incrível e não precisa desse meio amor que ele te oferece, muito menos deve lutar sozinha para fazer dar certo algo que deve ser batalhado por dois. Anota aí: quando você precisa fazer esforço demais para alguém ficar, esse alguém já não quer permanecer. Pare de ser plural com alguém tão singular. Seu tempo é precioso o suficiente para ser desperdiçado com tentativas inúteis que só diminuem sua luz, ele é pequeno para o seu mundo, garota. 

Não insista naquilo que nunca foi para ser seu. Feche os olhos só por um segundo e me escuta quando eu digo que a ausência de quem não quis ficar, não mata. Não aceite péssimas companhias só por ter medo de se ver sozinha, aprenda a lidar com a sua própria presença antes de aceitar dividi-la com alguém. Não perca tempo dando amor para quem claramente não quer receber. Engole esse amor que ele recusou e se ama. Se ama, garota! O amor é próprio porque deve partir de você. 

Dê a volta por cima. Engole esse choro. Ele não é o único cara no mundo, essa não será a última vez que você sofrerá por amor. Sei que agora você só quer ficar deitada na cama, maratonando séries, mas os problemas vão continuar existindo quando você se levantar. Então enfrente tudo de uma vez. Vá em frente, dê os primeiros passos! Sei que pode ser difícil, assim como um bebê começa a dar os seus primeiros passos ou a primeira pedalada na bicicleta nova, mas depois que você se ergue é só questão de continuar. É questão de impulso. 

Você não precisa provar para todo mundo que está bem. Esteja em paz com você mesma, deixe que seu coração se cicatrize, mas não pare sua vida enquanto isso acontece. A vida é para frente e sem voltas!
_
Ei, tudo bem? Se você gostou do texto, pode acompanhar também no meu blog, o 1 Quarto de Café, clique aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.