Nova Perspectiva

30 de janeiro de 2017

Um texto pra quando tudo tiver ruim

​As vezes a vida fica muito pesada. É conta atrasada, o emprego que a gente não acha, os problemas na família, o namorado que foi embora, a amiga que traiu a confiança, os trabalhos que não dão certo. Os nossos ombros doem, a cabeça queima, a coluna chega a envergar e parece que a gente não vai aguentar continuar andando, que a qualquer milésimo de segundo tudo vai desabar bem em cima de nós, que a gente vai cair e nunca mais conseguir levantar. As vezes fica tão difícil que a gente cai mesmo. E dói. Parece que estamos sozinhos nessa, que não tem pra quem pedir socorro, tudo fica escuro e a gente quer chorar e chorar e chorar e parece que esse furacão nunca mais vai passar. Mas ele passa e a gente descobre que sempre teve alguém ali, segurando a barra pra nós.

Talvez agora você esteja exatamente naquele momento em que nada mais faz sentido e ai você fica se perguntando o que foi que fez de errado pra merecer que nada desse certo, como se isso tudo fosse um castigo que Ele tivesse te mandado, e quando cê olha pra frente e tenta ser um pouco otimista, não consegue enxergar nenhuma solução, não consegue achar aquela luz no fim do túnel que todo mundo fala. E isso é meio desesperador, não é? Como se a gente tivesse perdido o comando de nossas próprias vidas. Dentro de você chove, é uma tempestade que parece não ter fim, e cê só quer ficar na cama até o mundo acabar. Você não consegue compreender essas voltas que a sua vida tá dando, nem o por quê de tudo ter virado de ponta cabeça. Passa noites em claro tentando achar uma razão, um motivo, qualquer indicio de algo que possa explicar, e tem medo de não conseguir suportar. Eu sei de tudo isso, porque eu também já estive assim.

Já me descabelei. Já achei que ia morrer e que talvez isso nem fosse tão ruim. Já fiquei engasgada, com um nó no meio da garganta sem saber o que fazer com ele. Já achei que não ia aguentar. Que era o fim. E que eu não tinha ninguém pra segurar a minha mão. Mas eu descobri que ali no meio daquele caos, tinha um pontinho de paz preu me apoiar e que ele chamava Deus. Mesmo quando todo mundo se afastou, Ele tava lá. Mesmo quando fazia um frio insuportável e eu queria brigar com todos, Ele continuava lá. Mesmo quando eu dizia não acreditar, não querer, não precisar, Ele ficou. A gente se revolta, xinga, tenta se virar contra, mas Ele insiste em não nos abandonar. E mesmo cansada, surrada, implorando pra jogar tudo pro alto, eu consegui achar a luz e sair do túnel, mas não foi sozinha, foi porque eu tive Ele comigo em todos os momentos. Então por mais que cê ache que tá sozinha, confia que não! Ele tá ai, do seu lado, e acredita que você vai vencer esse desafio, porque nem sempre é castigo, as vezes é uma provação, um teste, pra ver se você merece tudo que Ele tem pra te dar mesmo.

A gente descobre depois de duas ou três porradas na cara que Deus não te faz desviar de todas as pedras do seu caminho, Ele te ajuda a levantar quando cê tropeça nelas, porque na vida a gente tá pra cair mesmo, pra quebrar a cara, se machucar, e aprender. É pra evoluir, não pra conquistar o mundo. Podemos não entender, não aceitar, não querer, a gente só não pode desistir. Ele nunca dá um peso maior do que a nossa coluna aguenta, por isso se tá nas suas costas, você consegue carregar. Eu sei que dizer que vai passar não ajuda muito, que é fácil falar que vai ficar tudo bem e que cê ainda vai rir disso tudo, porque quando tá acontecendo a gente não consegue enxergar essa parte. Só que só o que eu posso fazer é isso: te afirmar que é só um desafio, é só um momento, são só uns dias ou semanas ou meses, mas que vai acabar, e que Ele sabe que cê pode vencer tudo isso!

Vai dar certo, mas pra isso você precisa ultrapassar essa fase ruim. Não desiste de você, não abre mão dos seus sonhos e do seu dia bonito, não esquece que depois de toda tempestade, o céu volta a brilhar. Agora as coisas estão meio bagunçadas, você quer fugir e se esconder, mas calma! Fica. Persiste. Não importa o quão cansada você pareça estar, eu sei que ainda dá pra continuar. Ele tá ai. Ele tá segurando na sua mão. Ele tá te pedindo pra não jogar tudo fora. Vai passar. Tudo isso. Vai passar! Levanta a cabeça, seca os olhos, endireita essa coluna e anda mais um pouco. Cê vai chegar onde cê tem que estar e então vai entender por que precisou passar por tudo isso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.