Nova Perspectiva

18 de janeiro de 2017

Eu nunca te esqueci

Eu sei que já faz muito tempo, quase dois anos, mas a verdade é que eu nunca te esqueci desde que você partiu por aquela porta e jurou que jamais voltaria. Até hoje, eu espero que você rompa essa promessa e queira retomar a nossa relação. Ainda dói saber que não faço mais parte da sua rotina, que você não fala sobre mim para seus amigos e não se importa em saber como estou, o que faço e o que pretendo fazer. Nossos interesses em comum já deixaram de ser nossos e nem sei se ainda é como antigamente.

Talvez, você ainda ache engraçado o prato macarronada com salsicha por ser o único prato que eu aprendi por causa do filme A dama e o vagabundo. Por agora, saiba que eu melhorei na cozinha e até aceito encomendas. Eu escolhi aprender a fazer doces por causa do seu vício em açúcar. Eu queria te falar que amei o novo CD do Tiago Iorc, mas dizem que você está em uma fase de ouvir sertanejo. Até perdi a esperança de te encontrar, por acaso, no festival de música no próximo final de semana. Ganhei os ingressos de uma amiga e ela quer esbarrar em alguns gatinhos por lá e me apresentar a novas pessoas, mas eu só queria te ver.

No entanto, eu sei já me relacionei com outras pessoas. Eles foram legais comigo, mas não aconteceu, sabe. Ainda estou muito ligada a você e eu nem sei como fazer e como agir quando o outro sente algo forte por mim e aquela faísca, o interesse pelo novo que eu sentia já se apagou faz tempo. Eu também soube que você não tem se envolvido com ninguém sério desde que partiu. Talvez, seja isso que mantém uma pequena chama de esperança dentro de mim. Será que você ainda pensa em nós dois e pode voltar por aquela porta a qualquer momento? Eu espero que sim. Para ser honesta, eu nunca deixei que outra pessoa entrasse aqui dentro do coração para que o caminho estivesse livre para sua volta. Eu tentei, de todas as formas, te esquecer e arrancar esse sentimento do meu interior. E eu falhei copiosamente.

Por isso, estou disposta a não negar o que ainda sinto por você, o que nunca morreu e está mais vivo do que antes. Por favor, aceite que algumas promessas podem ser quebradas e pouco importam o que podem falar se a gente voltar depois de todo esse tempo. Eu prefiro estar ao seu lado pois, assim, estarei feliz e em paz comigo mesma.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.