Nova Perspectiva

30 de novembro de 2016

Se ela for embora

​Se ela for embora, você vai se sentir sozinho mesmo que esteja numa festa lotada em que já não caiba mais ninguém dentro e tenha duas ou três mulheres ao seu lado tentando te conquistar. Mesmo que sua agenda esteja lotada e seu whatsapp não pare de apitar com convites pra festas e jantares e motel. Cê vai sentir uma solidão aguda espremer cada canto do seu peito e vai tentar de tudo pra fazer ela passar, mas não vai adiantar porque cada canto do seu corpo vai implorar pelo corpo dela.

Se ela for embora, você vai procurar em outras pessoas aquilo que só ela conseguia te dar e vai voltar frustrado pra casa porque não vai encontrar, não importa com quantas mulheres maravilhosas você saia, nenhuma vai ser igual a ela. Mesmo que elas também sejam inteligentes e charmosas e sexys, mesmo que cozinhem maravilhosamente bem e tenham um papo ótimo e façam o tempo passar rápido. Elas não vão ser tão especiais quanto ela foi e nem vão ter o mesmo tempero e saber seus pratos preferidos e nem ter paciência pra ouvir suas metáforas fora de hora.

Se ela for embora, você vai passar as noites se revirando na cama porque ela vai ter ficado grande demais pra você dormir sozinho e não vai ter a mesma graça colocar outra mulher pra dormir contigo. Você vai acordar de manhã e procurar por ela, mas o espaço ao seu lado vai estar vazio e aquilo vai te consumir. Cê vai sentir sentir falta do cheiro do café que ela fazia todos os dias no mesmo horário. Vai tentar se distrair assistindo um filme ou uma série, mas tudo vai te lembrar ela, porque ela tá presente em cada passo que você dá, em cada coisa que você faz.

Se ela for embora, você vai comemorar nos primeiros dias, vai sair, encher a cara e se divertir, vai marcar presença em um monte de eventos e comparecer em todos eles, mas com o tempo cê vai começar a ficar entediado de tudo isso, os roles vão perder a graça, a bebida vai te fazer lembrar que ela faz falta e nada do que você fizer vai aliviar essa sensação. Cê vai beijar outras bocas e nenhuma vai ter o gosto que você queria. Vai sentir o cheiro dela em outros corpos e se frustrar quando se der conta de que o rosto não é o dela.

Se ela for embora, você vai procurá-la incansável mente, mas só vai esbarrar na saudade. Enquanto isso, ela vai estar aproveitando com outros caras que vão saber valoriza-la de um jeito que você nunca soube. Você vai se perguntar como pode ter tudo e trocar aquilo por nada e nenhuma explicação vai parecer suficiente pra sossegar a angustia que estará em seu peito. Cê vai ouvir as músicas de vocês e ler as cartas que ela te mandava e mandar mensagens que não vão ser respondidas. Vai chorar lembrando de como ela te fazia sorrir mesmo quando o mundo tava desabando.

Se ela for embora, cê vai tentar esquece-la, vai fazer de tudo pra apagá-la da sua mente, mas vai ser em vão. Ela vai estar presente em cada instante do seu dia, a cada segundo, em cada coisa que você fizer. Ela vai tá naquela padaria que cês iam todos os domingos e na sua pizzaria favorita e naquele japonês perto da sua casa. Ela vai tá no espaço vazio do sofá, nas fotografias espalhadas pela casa, nas lembranças que vão te atormentar. Ela vai estar em tudo, menos perto de você.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.