Nova Perspectiva

26 de novembro de 2016

Ela é diferente de todas as outras

​Mimada, teimosa e cheia de ser a dona da razão. Cê pode rodar o mundo que não vai encontrar outra igual essa mulher. Ela vai chegando devagarinho, como quem não quer nada, e antes mesmo que você se de conta a escova dela vai estar ao lado da sua, seu armário repleto das roupas dela e a sua casa com aquele perfume francês com cheiro de rosas, é sério cara, escreve o que eu to te falando, antes que você perceba ela já vai ter se apossado da sua coleção de discos, das suas canecas preferidas e de um pedaço do seu coração e o mais louco é que você vai achar graça disso tudo.

Ela é segura, não fica em cima do muro e nem com meias palavras, ou meios termos, não fala nas entrelinhas, é direta, diz o que pensa doa a quem doer. E se doa... pra vida, pros outros, pros sonhos. Ela é dessas que não sabe engolir suas vontades, quando quer, quer, mas também quando não quer não fica enrolando pra ir embora. Não aprendeu a fazer joguinho, acho isso patético demais, coisa de gente covarde, e ela é coragem no corpo inteiro. Se sentir vontade de saltar, ela se joga de um precipício sem precisar nem de paraquedas, diz que tem asas, por isso não tem medo de tirar os pés do chão e voar.

Com ela é tudo ou nada, oito ou oitenta, não tem essa de mais ou menos, de pouquinho em pouquinho. É agora ou nunca mais. Ela gosta de chamar atenção, de ser vista, notada. Ela usa palavrão como se fosse advérbio de intensidade, resmunga e ri a toa. Quando ela fala o mundo todo para pra ouvir, é impossível resistir, presta atenção em como os olhares se voltam pra ela enquanto ela gesticula sem parar, como se os braços fossem extensão da boca. Ela hipnotiza todos ao seu redor. Numa discussão, ela vai te convencer de que tem razão, mesmo se não tiver, porque é difícil discordar dessa mulher.

Ela é um furacão, dona de um gênio forte que no começo pode até assustar, mas depois só vai fazer com que você a admire ainda mais. Ela vai te tirar do eixo e te deixar sonhando acordado. Você vai se viciar nela como se ela fosse uma droga, a cada dose vai querer mais e mais e mais e não vai se viciar. Anota o que eu to dizendo, cê vai ver o sorriso dela em todos os lugares, vai procurar aqueles olhos misteriosos e a boca gulosa e não vai encontrar em mais nenhuma. Depois dela, vai ser só ela, porque todas as outras vão ficar sem graça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.