Nova Perspectiva

6 de outubro de 2016

Você é incrível demais para sofrer por um amor meio bosta


Ei garota, vem cá, nós precisamos conversar.

Já faz um tempo que você está sofrendo por esse amor ai, não faz? Que você dispensa de sair com as amigas, porque talvez ele te ligue de ultima hora querendo te ver, que você olha o celular a cada cinco minutos mesmo sabendo que ele não vai te mandar mensagem e muito menos te ligar. Ele não vem atrás. Você que sempre vai e fica cutucando essa ferida ai. Olha, a gente precisa parar com isso ai. Porque em primeiro lugar, ninguém vale esse desgaste, ninguém no mundo merece todo seu amor, assim, de mão beijada e não retribuída.

Em segundo lugar, no fundo você sabe, que está sofrendo e desejando algo que nem é tudo o que você queria. A questão é que você é uma garota tão incrível, você tem uma beleza tão suspirante, e eu nem estou falando do seu exterior, apesar de você saber o quanto é linda, estou falando mesmo é da sua alma, você sabe o quanto é incrível, o quanto sua presença anima qualquer ambiente, o quanto as pessoas amam ter por você perto e o quanto sentem sua falta quando está longe, então me diz, porque ficar ai indo atrás de quem não sabe a delicia que é estar na sua companhia, porque ficar desejando cinco minutos no banco de atrás do carro de alguém que nem sabe o seu nome do meio, que não se importa em conhecer seus pais, que não quer planejar o próximo fim de semana, uma viagem para Espanha ou uma vida ao seu lado. Porque ficar se desgastando, ligando, cobrando, implorando uma atenção tão meia boca, que talvez encha por meia hora o seu coração e depois te deixe despedaça de novo?

Dane-se se durou três meses ou cinco dias. Você é maravilhosa. Uma baita amiga. Profissional invejável. Inteligência rápida, criativona e ótima em fazer os outros sorrirem. Que mais? Sobrevivente em meio ao caos do próprio roteiro soube se adaptar nas mais diversas fases. Corajosa, óbvio. Ou seja: incrível, você mesma.

Olha a sua capacidade de ver bonitezas mesmo no lixo dos dias. De se manter positiva, enquanto tudo desmorona. Você ainda dança, mesmo não sabendo a coreografia, você ri, mesmo não entendendo muito bem a piada, viver com você é uma viagem muito louca, problema de quem não quis pegar a carona e ir junto.

Não fique com alguém que tenta te convencer o contrário, que precisa te diminuir para crescer de alguma forma, não corra atrás de quem tenta fazer você acreditar que é esquisita, louca, difícil de lidar, possessiva demais ou apenas desinteressante. Não deixe essas palavras entrarem em você. Não é a verdade, tá me entendendo?

Está na hora de apagar o numero da agenda, de excluir das redes sociais, se você achar necessário, de partir para outra, ou não partir para nenhuma só partir, não ficar esperando ele te ligar, não ficar pensando em como chamar atenção dele, em como causar ciúmes, está na hora de você voltar a ser você mesma, e se amar assim, exatamente do jeitinho que você é.

Repita, quantas vezes forem necessária, amanhã ao acordar, ao se olhar no espelho, quando a vontade de ligar for grande e a ansiedade te corroer por dentro: Você é um diamante imenso e brilhante e a ultima coisa que merece nessa vida e passar o dia triste por alguém que prefere a canalhice á sua companhia. Você é som num mundo onde há tanta gente problemas sérios de audição, que prefere tapar os ouvidos. Você é grito, num mundo de amores mudos. Você é incrível demais, para sofrer por esse amor meio bosta.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.