Nova Perspectiva

31 de outubro de 2016

Não seja o babaca


Meu velho, não seja o babaca que fez ela chorar outro dia. Não seja o cara que despedaçou o coração e a lágrima dela. Não seja o babaca que fez ela achar que todos os outros são iguais.

Seja diferente.

Dentro dela ainda há vestígios de esperança. Faça diferente sendo o que você é. Não deixe ela desacreditar. Mulheres precisam se sentir seguras. Então, seja homem, não só dentro de quatro paredes.

Ela só quer ser respeitada como mulher, um abraço e um vinho nas noites frias. Não seja um babaca para tratá-la como apenas um objeto. Vai por mim! Não seja como o cara bombado que só usa o seu cérebro de regatas, o cara que só fala das suas próprias vontades e se esqueça das vontades dela, ou aquele que só usa seu tempo em festas, porres e status.

Seja atencioso ao reparar no seu batom escuro, e elogie. Seja sensível, isso não é uma regra que vai fazer você deixar de ser homem. Repare quando ela cortar o cabelo, ela vai se sentir linda por isso.

Conquiste ela todos os dias ao abrir os olhos. Seja homem, amigo e companheiro, e entenda suas oscilações de humor. Deixa ela saber que faz parte dos seus planos, da sua vida e de você. Que o seu sonho também é o sonho dela. Deixa ela se sentir sua. Que errar é amadurecer juntos.

Então meu velho, vai lá , quebra a cara. Tenta. Joga a vida. Certo ou errado. Mas joga. De novo e de novo. Mas não durma com a impressão de que não fez o suficiente por ela.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.