recent posts

Não quero mais você

— O que você quer de mim?
— Eu quero você.
— Corta essa.
— Eu to falando sério.
— Tá bom e você quer que eu acredite também em papai noel e coelhinho da Páscoa?
— É tão difícil assim confiar em mim?
— É. Se você tivesse no meu lugar confiaria?
— Eu mudei...
— Tá vendo?
— O que?
Nem você confiaria em você mesmo.
— Eu dei mancada, mereço sua desconfiança, mas to dizendo que me arrependi, eu percebi que não posso viver sem você.
— Tá bom, agora que cê já falou pode ir embora!
— Pô morena, não faz isso com a gente.
— Não faz isso com a gente? É sério? Olha o que você faz com a gente, olha o que você faz comigo!
— Eu sou um novo cara agora.
— Ótimo! Espero que você encontre uma nova mulher e que ela não faça com você o que cê fez comigo.
— Deixa eu te provar que eu mudei.
— Quem quer provar não pede. Você ainda é o mesmo!
— Não sou não. Eu cresci, amadureci. As coisas são diferentes agora, eu juro!
— Ok moreno, acabou?
— Da mais uma chance pra gente.
— Eu já dei várias.
— Só mais uma...
— Não rola.
— Por quê?
— Eu não consigo.
— Tenta.
— Não quero.
— Não fode a gente morena...
— Quem fodeu com tudo foi você, foram suas mentiras, suas desculpinhas, suas indecisões. Cê achou o que, que eu ia ficar te esperando pra sempre? Que eu ia continuar sofrendo sozinha enquanto você se divertia com outras garotas? Não mesmo!
— Então você arranjou outro alguém?
— Mais ou menos.
— Como assim?
— Não precisei arranjar, porque essa pessoa sempre esteve perto de mim?
— E quem é esse cara? Quem é que já tava de olho em você?
— Não é ele.
— Não?
— Sou eu.
— Que?
— Engoli duas doses de amor-próprio e te coloquei pra fora. Eu me faço muito mais feliz do que você já me fez. Agora dá pra você ir?
Não quero mais você Não quero mais você Reviewed by Gabriela Freitas on 08:57 Rating: 5

Nenhum comentário:

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.

Tecnologia do Blogger.