Nova Perspectiva

20 de outubro de 2016

Ela não quer namorar


Ela não quer namorar, desculpem a todos os outros que gostam de um bom romance de cinema, mas ela não quer mesmo essa vida. Quer antes de pertencer a alguém, pertencer a si mesma. Se doar pro mundo e ver o que ela tem a oferecer a ela enquanto ela é assim, só dela. Impossível saber da onde surgiu a ideia de que é impossível ser feliz sozinho, ela vai do jeito dela, faz o que lhe der na telha, sai para onde quer e volta a hora que quiser. Beija quantos ela achar necessário na noite e volta feliz da vida. Que mulher, feliz com o próprio corpo, com a própria alma.

Odeia ser perguntada por “cadê os namoradinhos?” como se na vida tivesse um tempo determinado para namorar. Ela não precisa de um garoto na sua vida para ter certeza de que é feliz assim, ela sabe que é. Vocês podem sentir pena dela que está sempre sozinha e ela sente pena de vocês que se limitam a viver a vida. Engana-se pensar que ela não terá textos de amor, mimos e presentes, mas ao invés de dar a alguém ela vai se dar porque ela aprendeu o que é amor próprio e hoje só pretende aproveitar.

Ah menina leve. Vai esbanjando simpatia e alegria por onde passa, fazendo amizades, sendo livre pelo mundo. Ela gosta de ser assim, de um dia decidir e no outro desistir. Sem precisar dever explicações a ninguém, sem precisar se limitar a ter de levar alguém. Se não estiver em um dia bom é só aproveitar o tempo consigo mesma para se sentir melhor e, se estiver se sentindo disposta ela pode desde maratonar sua série favorita a ir a seus lugares favoritos. Dá onde que surgiu aquele mito de que mulher é feita pra casar? Casar? Agora ela nem pensa nisso. Gosta de ter o seu espaço, teu o seu momento, fazer as suas coisas. Se tiver alguém que a acompanhe, ótimo, mas se não tiver ela vai mesmo assim. Segura, dona de si.

Outro dia chegaram nela e perguntaram “você ja passou da hora de encontrar alguém, está ficando velha, cuidado para não morrer sozinha”. Quem disse que estar sozinha agora significa estar sozinha para a vida? Ela coleciona experiências, momentos. Um dia, ela vai se apaixonar, estacionar, quem sabe até uma família vai formar, mas por enquanto ela é jovem demais, não quer namorar por status no facebook. Ela se basta, ela é independente demais para desistir da própria liberdade por alguém que não corra junto com ela. Porque no fundo ela quer namorar, mas quer namorar o mundo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.