Nova Perspectiva

21 de outubro de 2016

Ela ainda não te esqueceu cara


Eu sei, ela diz que você é passado, que agora tem outra pessoa ocupando a posição que antes era sua e que não há mais espaço pra você voltar. Eu sei, você ligou pra ela e ela disse que tava muito ocupada e depois te retornava, mas a ligação nunca chegou. Ela não queria falar com você. Eu sei, ela jurou que te esqueceu, que percebeu que nem gostava tanto assim de você e que agora quer alguém mais interessante. Eu sei, até as amigas dela já tão comentando desse novo cara que apareceu do nada e pelo visto roubou o seu lugar. E você está morrendo de medo de realmente ter demorado demais, de não ter percebido a tempo que ela é a mulher da sua vida, e dela ter desistido de vocês. Mas pode ficar tranquilo, nada disso é verdade, eu sei que no fundo ela ainda não te esqueceu.

Ela pensa em você antes de dormir, a caminho do trabalho e enquanto volta pra casa. De vez em quando sonha que vocês estão juntos de novo e acorda sem saber se preferia ter continuado dormindo ou nunca ter te conhecido. Parece loucura, mas não é isso que o amor é? Ela pensa em você enquanto conversa com outros garotos e compara tudo o que eles fazem com o que você fazia. Muitos são bem melhores do que você era, e é isso que ela não entende, como é que mesmo assim ela não consegue se apaixonar por nenhum deles? Ela queria te deixar pra trás, queria seguir em frente e colocar uma pedra em cima de tudo o que vocês viveram, mas ela não consegue, sabe? Por mais que ela tente e lute pra te expulsar, você continua ocupando cada cantinho de seu coração.

Eu sei que ela vive postando aquelas fotos sorridentes como se estivesse tudo bem e que nunca demonstra nenhum sinal de fraqueza. Eu sei que ela não te manda indiretas e nem corresponde as suas tentativas de se reaproximar. Eu sei que isso te deixa maluco sem saber o que ela quer, mas ela quer. Ela te quer. Só que só isso não basta. Ela é orgulhosa, sempre foi, você sabe. Não faz o tipo que deixa qualquer um entrar e transformar sua paz mental em caos e depois ir embora como se nada tivesse acontecido. Mas ela abriu as portas pra você, te serviu um café, uma água, uns beijos e você testou todos os limites dela. Cê foi além e a fez chorar. Você tem noção de como é difícil fazer essa menina chorar? E ela chorou por você. E não foi pouco não! Chorou uma, duas, três vezes. Até que secou. É cara, ela secou de tanto derrubar lagrimas por sua causa.

Ela não gosta de fazer papel de trouxa. E quem é que gosta? Quem é que suportaria te ver ir e vir e ir de novo antes de vir mais uma vez? Quem engoliria numa boa as suas inconstâncias e confusões? Quem? Eu não! Nem ela... Por isso ela se foi. Mas ir embora foi muito mais um ato de sobrevivência do que de vontade, porque ela queria ficar, queria te esperar e te convencer de que, caramba, vocês se amavam! Mas isso estava a destruindo. E ela nunca permitiu que algo a destruísse. Então ela colocou as próprias expectativas na mala, junto das lembranças e das promessas que vocês dois fizeram, e partiu. Mas ela nunca te esqueceu. Nem na primeira semana, nem no segundo mês e nem agora. Ela se livrou de você, mas em nenhum momento conseguiu se livrar dos próprios sentimentos.

Ela continua esperando inconscientemente o seu número aparecer na tela do celular. Continua ensaiando coisas pra te dizer e se perguntando quando é que cês vão se encontrar de novo. Será que vai demorar? Mas não confessa pra ninguém. Nem pra si mesma. E como poderia? Depois de tudo o que você fez? Não. Não. Não! De jeito nenhum. Mas o coração acelera quando falam seu nome e as mãos tremem quando ela te confunde na rua. Ela até disfarça, mas fica tão na cara que é impossível não perceber. Só que isso não quer dizer que ela vá te aceitar de volta. Nem que ainda acredite que vocês podem dar certo. Ela acha que a história de vocês não é pra ser e talvez ela esteja certa, talvez não seja mesmo, mas e se for? Você vai deixar pra lá? Por que ela não te atendeu uma ou outra vez? Vá atrás. Insista. Persista. Só não desiste fácil, porque uma hora ela te esquece mesmo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.