Nova Perspectiva

8 de setembro de 2016

Cerveja de café, por que não?


Gosto muito de trazer dicas legais pra vocês e dividir experiencias boas, inclusive, isso é algo que eu quero passar a fazer mais vezes por aqui. Dessa vez eu trouxe algo pra galerinha maior de idade, é uma cerveja que eu experimentei e amei!

Não me encaixo muito no perfil de alguém que entende de bebidas, mas outro dia eu vi na timeline do facebook um anuncio da Cervejaria Colorado apresentando a cerveja Demoiselle, uma mistura cerveja de, adivinhem só: café! Cês podem imaginar a minha felicidade quando vi isso, né!? Mas também fiquei com um pezinho atrás, confesso. De início, eu achei meio esquisito pensar nessa combinação.

Curiosa como sou, fui dar uma pesquisada pra ver como ela era feita, o que mais levava e comecei a entender e curtir ainda mais a proposta. A produção dessa cerveja em especial é feita, primeiramente, com a separação dos grãos são selecionados que passam por uma torra especial e depois são amolecidos em água fria. Em seguida, isso é inserido no cozimento da cerveja e ai é o processo tradicional.

Logo no dia seguinte em que vi o anuncio, fui ao mercado e acabei achando exatamente ela na prateleira, ai não resisti e trouxe pra casa, já que eu precisava provar né não!? O gosto lembra muito o do café, assim como o aroma, mas confesso que não achei grandes resquícios de sabor da cerveja. O teor alcoólico é maior que o da maioria e pode ser que por isso ela tenha mais sabor de álcool do que de cevada.

Uma coisa bem legal é que ela não dá sono depois, já que o efeito da cafeína se mantém e deixa a gente bem ligadão. A garrafa tem 600 ml e custa 13,90 reais, achei o preço bem ok já que ele não foge do valor dessas cervejas especiais, outra coisa bacana é que ela vende tanto em empórios quanto nos mercados tradicionais, então não é difícil de encontrar. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.