Nova Perspectiva

8 de agosto de 2016

Tenha calma, Deus sabe o que faz


Um, dois, três, quatro, cinco... Já perdi as contas de quantas vezes contei até dez e respirei fundo tentando controlar a inquietude que consome a minha paz. Mas não adianta. Tem uns dias que são bem mais difíceis do que outros, dá vontade de fugir, sair correndo, se esconder e só voltar quando todas as peças estiverem encaixadas em seus devidos lugares. A gente faz yoga, ouve uma música relaxante, toma um banho mais demorado, mas nada resolve. Quando o mundo vira de ponta cabeça fica difícil olhar a vida por um ângulo positivo.

De vez em quando eu me pergunto por que é que o meu caminho parece tão mais longo e esburacado que o dos outros, não consigo entender, por mais que eu tente, o que foi que eu fiz que foi tão ruim ao ponto de ter tanto obstáculo preu ultrapassar, então eu penso em desistir e jogar tudo pro alto e esquecer o que pode ter lá na frente porque não importa o quanto eu ande nunca chego em lugar algum. Bate um desespero, sabe? Porque é angustiante não ver uma luz indicando que vai ficar tudo bem. Mas aí eu me lembro que mesmo nos momentos mais difíceis eu não estou sozinha. Nunca.

No fundo a gente não consegue compreender muito bem quais são os planos que Ele tem pra cada um, nem porque pra algumas pessoas demora tanto pra dar certo, e só o que podemos fazer é ter calma e esperar os nós se desfaçam. Não tenha presa em resolver tudo pra ontem, Deus tem um tempo diferente do nosso, Ele sabe quando estamos prontos pra que tudo possa acontecer. Mesmo quando a gente não enxergue a razão ela está lá, por isso eu confio que o peso que Ele me entrega é exatamente o peso que eu posso carregar. Nem mais e nem menos. Ele acredita que eu vou conseguir então mesmo que a minha coluna doa eu não posso decepcioná-lo.

Ainda que nada me acalme, eu fecho os olhos e me conectado com a minha Fé. Ela me guia pra que eu me mantenha em pé, firme, sempre que o mundo me puxa pra baixo. Agarro nas mãos do Pai e continuo andando, continuo atravessando as pedras, contornando os bloqueios, pulando os empecilhos. Eu continuo porque sei que Ele está comigo então nada mais estará contra. É na dificuldade que a gente prova o quanto merece o que Ele está preparando, e quanto maior as provações, maior a recompensa. Deposito nas mãos dEle o meu caminho, no final eu sei que todas as peças soltas, perdidas, que não tinha explicação nenhuma, irão fazer sentido.

Imagem: via reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.