Nova Perspectiva

8 de agosto de 2016

E isso é por você

 
Queria te pegar na sua casa e te ver sorrir em meio esse caos que a gente vive. É que te ver assim feliz, me faz feliz também, entende? Mas não faz mal se não quiser sorrir, é por você que estou aqui. E seria só você e eu. Às vezes seria só você. Te olhar me faz esquecer de mim. E tudo ali parece que foi feito pra te ver passar, assim, bem devagar, obedecendo tudo o que seu olhar diz. Esse mesmo olhar que me faz me lembrar novamente de mim e correr pra te abraçar num aperto sem fim e te proteger de tudo o que um dia possa ter fim. Mas isso foi só o sonho que tive essa noite.

A realidade é que não sei mais contar quantas vezes eu girei o mundo pra te encontrar, mesmo já sabendo que é dentro do coração que você está. Então fiz dessa andança um motivo pra juntar todo esse amor do mundo e te dar. Seria tão mais fácil seguir essa vida e fingir que nada aconteceu. Mas da vontade de você eu não me retiro. Entre músicas e olhares eu decido ficar. Eu decido lutar. Mesmo sabendo que eu posso não ganhar. Mas por você eu quero tentar.

Tão longe e tão perto. Tão longe dos seus olhos e tão perto do coração. E mesmo assim sobram sorrisos quando você decide ser meu primeiro pensando pela manhã. O dia se torna mais simples ao lembrar que carrego você comigo por onde quer que eu vá. O mundo dá voltas e em todas elas eu espero te encontrar e te mostrar que de todas coisas boas que existem espalhadas por aí, metade delas tem uma saudade minha com o seu nome.

Não tenho medo desse sentir que chamam de impossível. Tenho medo é de quem não sabe sentir. E por você eu vou até o fim. Desistir de você é como se estivesse desistindo de mim

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.