Nova Perspectiva

23 de agosto de 2016

É com você que eu imagino...


Eu sempre tentei me descrever como um garoto simples, bobo e apaixonado pela vida. Observador, calculista e absurdamente satisfeito com essa felicidade interna que há dias têm me tomado conta. Sempre fui rico de simplicidade e pobre do luxo de exageros. Raramente coloco dinheiro em primeiro lugar, mesmo que o meu sonho seja em viajar por aí e conhecer os melhores lugares do mundo, claro, que seja ao lado de alguém especial.

Sempre fiquei satisfeito com o pouco que este mundo passou a me oferecer: um filme num dia frio, um banho de chuva no domingo à tarde, um beijo estalado na testa, um abraço apertado de saudade, uma foto antiga de amigos, uma viagem bonita com os pais, a comida da vó, o ''eu te amo'' do irmão e um amor que ainda sonho em ter.

Existem tantas pessoas por aí no mundo para gostar e eu acabei escolhendo você. Ainda vivo me perguntando porquê, mas acabo na mesmo resposta de sempre: ''Ah, porque sim!''. Talvez seja esta forma de você me tratar e me cuidar de longe. Talvez seja esse teu lado carinhoso, meloso e atencioso que me deixa protegido. Talvez seja essa sua sinceridade, honestidade e simplicidade de vida que acaba enchendo meu coração de certezas fazendo eu gostar mais ainda de ti me passando total segurança do mundo.

Talvez seja seus ''bom dia'' pela manhã e aqueles ''boa noite'' de madrugada. Talvez seja nessa cobrança de me pedir para te responder logo uma mensagem que há 10 minutos você me mandou. Talvez seja nessa sua preocupação perguntando se eu já almocei ou se estou bem agasalhado porque, lá fora, faz um frio tremendo. Talvez seja nessas conversas que a gente vive alimentando no dia-a-dia, fazendo eu me identificar mais ainda contigo, nos imaginando juntos e grudados com o coração.

É com você que eu enfeito meus dias; sonho alto, voo baixo e sorrio quando chega aquela simples mensagem dizendo que ainda acredita no amor. Acredite, meu bem! Eu também acredito. Mesmo que eu e você tenhamos passado por algumas frustações da vida, jamais podemos perder essa essência de amar e querer desacreditar que ainda podemos ser feliz no amor. Eu nunca desacreditei disso, mesmo que eu tenha apanhado bastante da vida, é por você que eu volto acreditar que ainda posso amar e ser amado por alguém.

É com você que eu imagino acordando ao lado; dando abraço de boa noite e beijo de bom dia, preparando nosso café da manhã e saindo para trabalhar juntos. Ligar no horário de almoço e te obrigar a comer uma comida mais forte do que repetir o lanche de sempre. Te ver chegar tarde do serviço e te fazer uma massagem de boa noite nos convidando para mais uma madrugada longa de amor.

É com você que eu imagino um jantar romântico à luz de velas, (nem precisa ser naquele restaurante mais caro da cidade), isso a gente faz em casa, improvisa, rabisca, e solta a criatividade do que é amar alguém. Colocar um filme no dvd ou na netflix, mas jogar o colchão no chão da sala, pegar um edredom e nos cobrir do frio e me enroscar em você como se fosse ficar grudado para sempre. A gente pode também nos entupir de comer besteiras e foda-se se vamos ficar com uns quilinhos a mais, não importa, isso a gente pode perder mais tarde fazendo, de novo, o nosso amor.

É com você que eu imagino tudo isso de bonito; de paixão, de amor, de serenidade. É com você que eu imagino do meu lado, de alianças nas ruas e de mãos dadas nos shopping's, pernas cruzadas nas festas em família e de corações pertinhos em churrascos de amigos. É com você que eu imagino viajando para todo canto do mundo; sorrindo e feliz, mas completamente satisfeito por te fazer mais feliz ainda.

É por você que eu vivo toda noite me perguntando antes de dormir: ''Porque ela, meu Deus?'' E ELE sempre acaba me respondendo de qualquer jeito: com a janela do quarto abrindo por causa do vento, da folha sulfite com o seu nome voando e caindo calmamente no chão, daquela música preferida que me faz lembrar você tocando na rádio, do gosto do seu beijo que ainda não senti, mas só de imaginar já sei o quanto é bom.

E hoje, de manhãzinha, ainda estou acordado escrevendo pra você, na base de café e saudade. E Deus, de tão bom que é, acabou de me mandar outra resposta mais concreta que todas: ouço meu celular vibrando e quando vou ver é uma mensagem sua dizendo: ''Bom dia, amor. Hoje eu sonhei com você.'' Aquela mensagem curta, mas bem impactante como sempre, sem entrar em detalhes, simples e profunda. Eu leio e ao mesmo tempo solto um sorriso satisfeito com tanta reciprocidade, e, devagar, deito na minha cama para dormir, olho para o teto e penso: ''Que linda! Mal sabe que nem preciso dormir para sonhar com a gente, vivo acordado sonhando com ela''. E pego num sono profundo, como se não fosse mais acordar tão cedo, só para sonhar mais uma noite com ela.

Imagem: Reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.