Nova Perspectiva

29 de junho de 2016

Sem vergonha de chorar


E quem disse que é vergonhoso chorar? Chora, menina. Eles não sabem o que você sente aí dentro do teu peito. Libera, de vez, a tua dor.

Quase todo mundo já sofreu de amor. E quem não sofreu, ainda vai sofrer. Faz parte da vida. Por isso, chora por aquela paixão não vivida, pelo compromisso rompido, pelo amor que não aconteceu. Chora e coloca pra tudo que sente. Sabe por que te digo isso? Porque só assim você vai se sentir mais leve. E de modo leve é como desejo que siga sua vida. Sem arrependimentos, sem dúvidas sufocantes e um passado mal resolvido.

Curta e abrace sua dor. Sei que pode parecer estranho falar isso, mas é assim que devemos fazer. Lembra que semana passada você riu tanto com seus amigos que sua barriga chegou a doer? E hoje parece que o mundo está desmoronando. Percebe? Tudo passa, acredite.

Eu entendo caso não queira minha companhia e prefira chorar sozinha, trancada em seu mundo com sua música favorita. Mas, meu colo sempre estará a disposição. Dizem que um colo amigo faz a dor ir embora mais rápido e o peito ficar mais leve. No entanto, de verdade, eu entendo se não me quiser por aqui te aconselhando sobre sua dor. Eu só desejo, lá do fundo do meu coração, que você despeje todas suas lágrimas até espantar a dor pra bem longe de você.

Não era amor de verdade já que te causa tanto sofrimento. Eu sei que vai doer por alguns dias ou talvez algumas semanas, mas vai passar. Seu sorriso vai voltar de maneira natural e verdadeiro.

Hoje, pode borrar a maquiagem e se esconder do mundo. Afinal, você precisa arrumar a bagunça que está aí dentro de você e nem precisa fingir para os outros que está bem. Deixem que eles pensem o que quiserem. Procure cuidar de você para que essas lágrimas sejam uma forma de regar as flores que ainda brotarão no jardim que há dentro de si.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.