Nova Perspectiva

29 de maio de 2016

Não tem mais volta


— Oi, tudo bem?
— Tudo ótimo.
— To com saudades.
— Que pena.
— Achei que não fosse me atender.
— Eu não ia.
— Mas atendeu.
— Pra te pedir pra parar de insistir.
— Não desisto fácil.
— Pena que você resolveu insistir só depois que perdeu.
— Eu sei que no fundo não perdi.
— Não me importa o que você sabe, mas o que eu sinto, e eu já não sinto mais nada por você.
— Não seja tão dura morena.
— Dura? Você sabe quantas vezes eu fui atrás de você? Quantas madrugadas eu passei te esperando? Quantas vezes eu quis que você me ligasse só pra dizer que estava com saudade? Mesmo que fosse da boca pra fora, sabe? Eu não me importava, só queria que você demonstrasse que estava tentando me dar o que eu merecia.
— Eu fui um babaca, mas aprendi.
— Que bom, assim você não erra com a próxima.
— Quero acertar com você.
— É muito tarde pra isso.
— Nunca é tarde demais pro amor.
— Não tem mais amor.
— Como é que cê diz isso depois de todos aqueles anos?
— Anos de choro, de decepção, de amargura.
— A gente foi feliz também.
— Você deve ter sido enquanto se divertia em outros braços e eu ficava feito idiota torcendo pra você voltar logo.
— Eu só posso pedir desculpa.
— Tá desculpado, agora eu vou desligar.
— Não acaba com a gente morena.
Você quem acabou com tudo moreno. Eu só to recomeçando e pra isso preciso de você longe de mim.
— Não tenho como te convencer do contrário?
— Não.
— Então tudo bem, segue em frente, só espero que você seja feliz, porque sem você eu sei que não vou ser.
— Tá vendo?
— O que?
— Cê desiste fácil, é por isso que agora eu não acredito mais nos seus sentimentos. Quem ama persiste, persiste e persiste, mas você não. Cê joga a toalha e faz um draminha só pra parecer que tá sofrendo, mas logo depois esquece.
— Eu te amo.
Eu também me amo. Aliás, tenho me amado pra caralho desde que parei de perder tempo com você.
— Eu faço o que você quiser.
— Então cai fora, para de me ligar e me deixa ser feliz, porque isso você nunca soube fazer.
— Eu vou te esperar.
— Tá bem, mas fica sentadinho, porque você vai cansar se ficar em pé.
— Não importa, eu canso, mas fico.
— Cê que sabe, já falei o que tinha pra falar. Agora eu to indo, obrigada por resolver me amar quando eu não preciso mais do seu amor, to ocupada demais com o meu.
pipipi

Um comentário:

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.