Nova Perspectiva

9 de abril de 2016

RESENHA: Escrevendo nossa história


Título: Escrevendo nossa história
Autora: Cybelle Santos
Editora: Autografia
Páginas: 301

Finalmente, em negrito, itálico e sublinhado, essa resenha linda de amor tá saindo!! Recebi o livro da Cy ano passado (isso mesmo, pasmem!) mas quatrocentas coisas aconteceram e me fizeram ser obrigada a atrasar essa resenha, mas isso nada tem a ver com a leitura: não foi algo massante, cansativo ou que me fez enrolar, li de uma vez, meu problema, mesmo, foi a vida testando minha paciência. Deixando as desculpas de lado, a Cybelle Santos que tem um blog incrível chamado Voando sozinha e já escreveu o "Palavras Apaixonadas", um livro que é cheinho de textos, resolveu dar um passo em frente pra conquistar um sonho e escrever o romance Escrevendo nossa história.


Quando chegou em minhas mãos eu fiquei bastante curiosa com a história, algo que me chamou a atenção foi o fato dela ser narrada pelos dois personagens principais, a Claire e o Miguel, é algo que já acontece em alguns livros, mas não podemos dizer que é comum, certo!? Além de ser escrita pelos dois, eles ainda retomam os acontecimentos, não de forma repetitiva, mas dando os diferentes pontos de vista, dessa maneira conseguimos saber o que, de fato, cada um está pensando sobre o outro. No começo, confesso, tive um pouco de preguiça do Miguel, ele é o tipo de cara que eu sinto vontade de passar longe, bem longe, então foi difícil me apaixonar por ele, já com a Claire foi o inverso; eu queria tanto, mas tanto, encontrar essa cabeçuda e virar uma amiga dessas que puxam a orelha!


Cada um dos dois tem um trauma de infância, coisas que os tornam pessoas bem problemáticass, mas de jeitos diferentes. Enquanto Miguel desconta a mágoa de ter sido abandonado pela mãe na bebida e em sexo casual com meninas que ele despreza em seguida, Claire acaba encontrando na automutilação um jeito de lidar com a dor de ser menosprezada pela mãe. Eles se conhecem de um jeito nada convencional, enquanto ela, a Nerd quieta e sem amigos, sai da faculdade em caminho do ponto de ônibus, ele, o bad bay rebelde está no bar cercado de gente, sem querer ele a acerta com um copo de cerveja e então...adivinhem! Algo rola naquele instante sem que os dois percebam! É amor? Paixão? Claire aparenta que seja só raiva...ele tesão. Mas o futuro vai mostrar que é muito mais que isso.


A história dos dois é linda, com o passar dos capítulos o Miguel conseguiu me conquistar, do mesmo jeito que ele conquista ela. O amor cura, é isso que, mais uma vez, aprendemos. Escrevendo nossa história é um livro lindo, repleto de frases fofas e diálogos gostosos, a leitura é fácil, a escrita é bem leve e tudo vai se desenrolando de forma tranquila. O final foi, sem dúvidas, meu ponto preferido: fui surpreendida positivamente! Ali a Cybelle ganhou a quinta estrela que faltava. A única coisa ~negativa~ foi a capa, mas isso é algo que 1) não interfere na história 2) é ultra pessoal! EU, Gabriela Freitas, tenho implicância com capa com gente na frente, mas isso já é problema meu.


Se você ficou interessado por comprar o livro diretamente com a Cy ou com a editora autografia. Espero que tenham gostado da resenha ♥ (fotos: @falabibiela)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.