Nova Perspectiva

15 de abril de 2016

Não tenha medo de sentir

Vem cá, senta aqui, pequena. Toma, pega essa xícara de café e acalma esse coração, controla a ansiedade que pulsa o tempo todo dentro de você, respira fundo porque eu não to aqui para te fazer sofrer. Eu não entrei na sua vida para deixar mais bagunçada do que já está, não assusta com o fato de que eu sei dessa sua bagunça que você luta todos os dias para me esconder, suas tentativas de organizar a casa foram inúteis. Eu te conheço, ainda não tanto como gostaria, mas eu sei dos seus medos, estão todos estampados nesse olhar profundo que você me lança quando me encara como quem pede baixinho “por favor, não vá embora também.” E eu retribuo seu olhar, te encarando por mais de 3 segundos dizendo “eu vim para ficar.”

As suas dores por outros amores eu conheço de cor. O que não faltou foi gente babaca na sua vida, né? De nada adianta ficar se martirizando por ter entregue de mãos beijadas o seu coração à quem não sabia como segurá-lo, às vezes você precisa morrer de amor para aprender a viver de verdade. Morre mas ressuscita, e volta mais forte, mais firme, mais você. Então saia logo desse casulo que você se enfiou, porque eu tô aqui querendo fazer você viver só de amor. Eu tô aqui querendo te dar todo amor que eu guardei no meu peito e acredito que você seja a pessoa certa para receber.

Quero que você entenda que essa coisa de encontrar a peça que faltava no seu quebra cabeça não existe. Isso é coisa de filme de Hollywood que não tem na vida real. Eu sei que te fizeram acreditar nisso por anos e que você sempre buscou alguém assim e talvez esse tenha sido seu erro, porque o que existe são duas pessoas diferentes, que erram, mas que se encontram para reconhecer no outro toda a diferença que lhe faltava para ser melhor. Você não é a peça que faltava no meu quebra cabeça, você é o quebra cabeça inteiro que quero montar todos os dias. Deixa eu passar horas desvendando esses sorrisos tímidos que você me dá, já notei que tem vários guardados por aí e eu só quero vê-los mais vezes. Deixa eu fazer parte do seu dia a dia e te ligar a noite só para ouvir a sua voz, porque a saudade bateu o dia inteiro e eu cansei de apanhar. Deixa eu te fazer sentir segura, o mundo pode desabar agora aos nossos pés que eu continuarei ao seu lado, ajudando reerguer o teto caído. Deixa eu ser sua paz de espírito.

Você se acostumou tanto com esse café amargo que não quer mais adoçar a vida. Para com isso, pequena. Eu entendo seu medo e também já fui deixado por alguém que eu achava amar mais do que tudo e que no final só me oferecia solidão; mas eu aprendi mais com ela depois que nos separamos do que no tempo que ficamos juntos. E se tem uma coisa que eu queria te ensinar agora é não culpar a vida pelas coisas que já aconteceram com você. Não feche as portas, porque se precisar eu pulo a janela, eu quebro o muro e te faço sentir tudo que tem evitado. E te faço sentir em dobro só para você parar com esse medo bobo de não deixar as coisas acontecerem para você. Não foge da vida, não foge de mim, deixa eu ser pra você tudo aquilo que você nunca teve.

*via weheartit

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.