Nova Perspectiva

27 de abril de 2016

Espera arrumar minha bagunça?


Vamos com calma. Espera mais um pouco, mas espera por mim. Acontece que meu coração estás com vários curativos de tanto que ele se machucou nessa jornada de querer amar e não ser correspondido.

Eu quero ser recíproca com você. Eu quero te amar de forma intensa e verdadeira como qualquer história de amor merece ser vivida. Só te peço um pouco de calma. Não quero dar um passo em falso.

Eu confio em você, só que é cedo demais para que eu volte a amar. Eu quero você, só prefiro esperar um pouco para não cometer os mesmos erros. Então, deixa assim. Sem pressa, vamos curtir o presente sem tantos planos, sem a expectativa do pra sempre. Vamos aproveitar quietinho o nosso hoje.

Acredite quando digo que ainda não perdi a esperança de viver o amor eterno. Você mantém minha esperança acessa. Eu só estou recuperando os cacos de tanto que já quebrei a cara antes. Por isso, te peço, se puder esperar por mim, espera.

Eu sei que você vale a pena, a nossa história vai ser linda. Só peço um pouco mais de paciência comigo. Quero que habite meu coração, mas me deixa arrumar a bagunça aqui que ainda há dentro de mim?

Nem eu nem você merece começar uma história assim, pelo desavezo. Só quero deixar as coisas um pouco em ordem para que você entre de vez e não queira mais ir embora. Sim, eu quero que você entre e deseje ficar.

Quem sabe, de tanto se machucar nessa vida nosso destino seja ficar juntos até o pra sempre. Viu como ainda tenho esperanças? Deve ser por você sempre despertar um sorriso em mim. E com esse brilho no olhar que quero te receber em minha vida.

Desacredita não, espera mais um pouco. Prometo que logo meu coração estará recuperado. Serei sua por inteira, de modo completo, intenso e verdadeira. Eu sei o quanto vale a pena esperar por um amor.

Prometo que será breve que estarei pronta para ser sua por completa, mas não te garanto que ficarei por um breve tempo na sua vida. Só aceito seguir com você se for eterno. Então, vai me esperar?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.