Nova Perspectiva

10 de abril de 2016

Ela é tão ela

Ah rapaz, é tão difícil descrever uma mulher como ela. Eita garota teimosa demais pra admitir que está errada, orgulhosa demais pra ser a primeira a correr atrás. Ela é assim, tão ela. Mas você sabe que cada detalhe pra ela conta né? Ela gosta é dos detalhes, os apelidos comuns não chamam atenção. Nem vem querer postar texto no facebook que também não é disso que ela gosta, tem que chegar devagarinho conquistando aos pouquinhos sem pressa de chegar logo no coração.

Ela tem que dar abertura pra confiança e quando você conseguir isso, rapaz...é um sinal de que está indo pelo caminho certo. Não sufoca ela também não mandando mensagem a cada hora, deixa o gostinho da saudade ela até gosta disso. Joguinhos de sedução fazem ela perder o interesse, então acho melhor nem começar. Ela gosta de assuntos diferentes, de conversas que vão dos assuntos mais fúteis aos mais polêmicos de uma hora pra outra e nem se atreva a concordar com tudo o que ela diz que ela gosta é das opiniões contrarias que acrescentam algo na vida dela ao invés do mesmo de sempre.

Ela tem as quatro estações dentro dela e você vai conhecer todas as faces dela em um só dia. Não é por mal que ela mude completamente de uma garota engraçada pra uma complicada de entender. Ela faz sem perceber. Ela já confiou em tanta gente sem conteúdo que agora, ela usa armas pra selecionar quem é capaz de conhecer a garota que é por dentro. Tem que ter paciência e jogo de cintura pra lidar com ela, porque essa segue a linha a frase de não ser as tuas negas e você gosta.

Ela é furacão, brisa passageira e um dia de sol. Vai ter dias em que ela vai te pedir um espaço pra ela e dias que vai ficar grudada em você sem querer te soltar. Ela vai te ganhar nessas diferenças e você vai gostar dela por ela não ser mais uma que se joga nos seus pés e concorda com tudo o que você faz. Ela vai contar nos dedos todos os teus erros e quando quiser discutir ela vai começar a rir te fazendo pensar no porque quer brigar com a dona de um sorriso tão lindo.

Ela é assim rapaz. Ela é um verso de poema cantado ao som de guitarra e bateria. Ela não é sentido, é a falta dele. Ela é de fases, de idades, de gestos e manias. Ela de gírias, de dias, de momentos de assuntos. Ela é de espaços, de abraços, de mal e bem me quer. Ela é preto e branco, mar salgado, mistério e o “tanto faz”. Ela é riso, choro, harmonia e sua paz. Ela é assim rapaz, tão ela, que faz todas as outras coisas perderem a graça.

*imagem via reprodução

Nenhum comentário:

Postar um comentário

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.