Nova Perspectiva

17 de março de 2016

Ele te ganhou


Pode parar com essa marra toda garota, que ele te ganhou. Foi na covinha que aparece na bochecha dele quando sorri ou quando ele disse seu nome pela primeira vez? Não sabe dizer, só sabe que ele te ganhou. De primeira. Não precisou nem de segunda chance, segundo encontro, segundas coisas...foi tão de primeira que te desarmou inteira e fez você perder a batalha sem nem saber que tinha entrado em campo.

Ah garota, para de dizer que não, que ele é "só mais um". Da pra notar pelo sorriso que você solta toda vez que sente o celular vibrar e aparecer o nome dele na tela de bloqueio. Da pra notar todas as vezes que você fica levemente sem graça e antes de dizer qualquer coisa respira e olha pro teto pra não se mostrar tão na dele. Porque você precisa mostrar pro mundo que é forte demais pra cair nesse clichê que é o amor, quando na verdade só está nadando nos "eu te amo" que ele diz antes de você dormir. A gente sabe, você quer fazer a linha "pega e não se apega" porque ele ainda não teve a atitude de propor algo sério, mas ao mesmo tempo seu coração treme só de pensar em ter que assumir uma relação assim. Não é nem pelas redes sociais ou pelas pessoas ficarem sabendo é pelo medo de não resistir as juras de amor nas legendas das fotos, ou de não conseguir falar de outro assunto que não seja ele. Mas verdade seja dita, ele te ganhou.

Repara nas trocas de mensagens, no ciúmes que você sente por dentro mas não demonstra, nesse medinho de perder ele...porque você sabe que ninguém aguenta mais as suas crises do que ele. Ninguém fica contigo no telefone até altas horas da manhã porque você está com insônia e não consegue fechar os olhos sendo que os dois precisam estar de pé as 6 da manhã. Porque ele te escuta, te ajuda, te entende e te fascina. Ele te prende e sabe conversar contigo sem que você canse dos assuntos porque ele inova sempre pra vocês terem o que tem.

Foi tanto vai e vem que vocês já passaram, tantos altos e baixos que você já considera que viver com ele seja um parque de diversões. O parque é sempre o mesmo, as subidas e descidas sempre as mesmas mas ainda te faz sentir aquele arrepio e o frio na barriga. E você gosta. Gosta dessa adrenalina que ele te faz passar, gosta do modo como ele conhece cada mania sua, cada defeito seu e parece não se importar.

Olha aí, você sorrindo mais uma vez por pensar nele e querendo acreditar que já não está caidinha por ele. Você não está caidinha, você já está na queda de um buraco imenso. Se jogou de corpo, alma e coração nessa aventura que ele é. Porque? Talvez você nunca descubra. Pois acha um motivo novo a cada vez que relembra de quando se conheceram. Porque ele te tem, dessa forma que você jamais se deu a alguém e no fundo no fundo, você sabe...é ele.

*imagem via weheartit

7 comentários:

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.