Nova Perspectiva

9 de fevereiro de 2016

Cansei de chorar por você

Via reprodução
É bem verdade que eu não fiz questão de esconder a minha dor, ao contrário do que muita gente acha que é o melhor a se fazer nestes casos eu não tentei agir como se estivesse tudo bem, porque não estava, sabe? Você me deixou na merda quando foi embora e eu não tinha motivo algum pra fingir que não estava acontecendo nada. Estava, sim! Você tinha me prometido o mundo e depois saiu de mansinho pra não me acordar como se não me devesse sequer uma explicação e quando eu despertei me dei conta de que um pedaço de mim tinha sido arrancado e eu nem sabia quando é que conseguiria me recuperar de um tombo tão grande. Nem se eu, de fato, conseguiria.

Chorei, mas chorei muito, chorei de soluçar e causar pena em quem me via naquele estado. Chorei no ônibus, no meio da aula, vendo comédia romântica e até quando lançou aquele filme de terror que tínhamos combinado de ver juntos e eu tive de ir sozinha ao cinema pra assistir. Chorei no banheiro da balada, no colo dos meus amigos e bêbada enquanto seu telefone caia pela décima vez na caixa postal. Eu chorei, porque de todas as coisas que eu podia fazer era só isso que eu queria. Era só isso que eu conseguia. Chorei pra ver se isso aliviava um pouco do peso que eu vinha carregando dentro de mim e foi passando, sabe? 

Eu fui me curando das crises compulsivas de choro e das madrugadas em claro vendo suas fotos, eu fui me curando de você. Acontece que quando a dor começa a passar a gente acaba percebendo pelo que tá sofrendo, e cê não merecia todo o meu desgaste. Eu tava gastando as minhas lágrimas com alguém que sequer estava se importando com tudo o que estava me causando. Fui vendo sua vida seguir em frente enquanto a minha permanecia ali, estática, esperando você notar que eu não estava mais ao seu lado e voltasse pra me buscar, mas àquela altura você já tinha outra companhia.

Você se recuperou rápido amor, e isso fez com que a minha ficha caísse e eu entendesse que, na verdade, eu nunca tinha sido nada além de uma diversãozinha para os seus dias de tédio. Então eu cansei, lavei o rosto e caprichei na maquiagem, passei tudo o que eu tinha de melhor com a certeza de que agora duraria a noite toda. Não dava mais pra chorar por quem não valia nem o preço do meu rímel. Eu fui tola por ter acreditado demais no seu papinho, admito, mas o burro dessa história toda foi você, porque, no fundo a gente sabe, quem se deu mal não fui eu.

4 comentários:

  1. Estou perdidamente apaixonada por tudo aqui <3. Obrigada, tem me ajudado bastante! Me tira uma dúvida? Você é parente da Isabela Freitas? Além de terem o mesmo sobrenome, vocês são parecidas (as duas são lindas).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada pelo carinho ♥ não sou nada dela não, bjss

      Excluir
  2. Seus textos são incríveis Gabii, parabéns! <3

    ResponderExcluir
  3. Sempre escrevendo sobre a minha vida kkkkk Talentosa demais, parabéns ♡

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.