Nova Perspectiva

26 de janeiro de 2016

Amiga, eu preciso te agradecer

Adicionar legenda

Obrigada por nunca ter saído do meu lado quando eu tava esperando a primeira oportunidade pra fugir de mim e nem ter soltado da minha mão quando eu pedi pra ficar sozinha. Obrigada por ter me apoiado mesmo quando estava na cara que eu ia me dar mal e por ter continuado comigo quando deu. Obrigada por insistir em mim quando eu mesma já tinha desistido. Obrigada por todas aquelas ligações que você atendeu no meio da madrugada e por ter enxugado as minhas lágrimas mesmo eu tendo jurado que não choraria. Obrigada por não ter dito que tinha me avisado, mesmo que pra isso tenha que ter mordido infinitas vezes a língua, porque, de fato, você tinha. Você sempre me avisa.

Obrigada por ter dividido comigo um brigadeiro na panela enquanto passava aquele filme melodramático na televisão e eu chorava porque tava doendo pra caralho e não tinha nada que pudéssemos fazer pra sarar, o que eu não te disse, mas devia ter dito, é que naquele dia a dor ficou bem menor com você ao meu lado. Obrigada por ter enlouquecido junto de mim quando eu cismei que precisava entrar na academia e embarcar em uma vida saudável. Obrigada por ter me feito entender que o mundo não acaba por causa de uma coxinha — ou duas. Obrigada por ter me escutado falar dele como se fosse o amor da minha vida e o príncipe encantado dos contos de fada, mas também por ter puxado meus pés pro chão e me feito enxergar que não era bem assim. Obrigada por ter sido meus olhos enquanto eu estive cega.

Obrigada por ter gritado quando eu exagerei na dose e ter me pedido pra, pelo amor de Deus, dar uma segurada. Obrigada por ter tirado o celular da minha mão quando eu bebi demais e também por ter me incentivado, sóbria, a falar tudo o que tava preso no meu coração. Obrigada por limpar meu vômito — de álcool e emocional. Obrigada por me segurar com força todas as vezes em que eu perdi o equilíbrio e por não ter deixado ninguém me derrubar. Obrigada por ter sido a minha força quando eu estive fraca e por ter deixado eu ser a sua também. Obrigada por todas as noites em que você passou me ouvindo desabafar, por todas as vezes em que me fez esquecer do mundo com alguma história engraçada e por todas as vezes em que cê disse “vai, tenta, qualquer coisa eu to com você”.

Obrigada por ter sido luz quando o meu mundo ficou escuro. Obrigada por ter sido colo, cafuné e abraço. Obrigada por ter dito a verdade, mesmo quando eu não queria ouvir. Obrigada por fazer o que eu preciso, não o que eu quero. Obrigada por cê ter voltado todas as vezes em que mandei todo mundo embora. Obrigada por saber o que eu quero mesmo quando eu não digo, por ler meu sim no meio do não e o não no meio do sim. Obrigada por me empurrar quando eu travo, e me brecar quando o melhor é mudar de caminho. Obrigada por saber o jeito do meu café, minha comida preferida e o nome dos meus futuros filhos. Obrigada por misturar sua risada com a minha. Obrigada por existir e por estar aqui. Obrigada por ser minha melhor amiga todos os dias.

8 comentários:

  1. Eu chorei muito. Realmente descreveu eu e a minha melhor amiga, apesar de estarmos distantes esse texto me fez relembrar momentos maravilhosos ao lado dela.

    ResponderExcluir
  2. "por existir e por estar aqui [...]" <3

    ResponderExcluir
  3. "Obrigada por me segurar com força todas as vezes em que eu perdi o equilíbrio e por não ter deixado ninguém me derrubar." amei muitooo!! ♥♥♥

    ResponderExcluir
  4. Obrigada por saber o jeito do meu café, minha comida preferida e o nome dos meus futuros filhos. Obrigada por misturar sua risada com a minha.... sem palavras ♡

    ResponderExcluir
  5. Obrigada amiga por estar ao meu lado até quando nem eu queria estar! Obrigada por ser verdadeira e por ser leal essa amizade eu quero levar por toda minha vida Elissa.

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.