Nova Perspectiva

30 de novembro de 2015

A culpa é toda sua

Via reprodução
Antes de mais nada eu quero que você saiba que eu te esperei por muito tempo. Eu esperei você confirmar que as outras bocas não tinham o gosto tão bom quanto a minha, eu esperei você se dar conta de que os outros braços não se encaixavam tão bem nos seus como os meus, eu esperei que você conseguisse enxergar que era eu o que você tanto buscava enquanto se perdida em outras pernas. Eu esperei, moreno, esperei até meus joelhos doerem e eu precisar sentar, esperei até o mundo cansar de me assistir estacionada na vida com as portas abertas pra você, esperei até o relógio parar de rodar indicando o tempo que eu estava desperdiçando. Esperei porque aqui dentro eu acreditava que em algum momento você se daria conta de que estava na hora de voltar pra casa e que ela era eu. Eu esperei, moreno, até não dar mais pra continuar aqui.

O contrato venceu e a ordem de despejo chegou, eu precisava ir embora, você entende? Histórias de amor também tem prazo de validade e a nossa já estava cheirando mal. Eu não tive outra opção, fui obrigada a dar start, fui obrigada a te deixar pra trás. Eu fui levantando com calma e reerguendo a minha coluna, fui dando passos pequenos como quem ainda tem uma ponta de esperança de que algo aconteça, e eu tinha, moreno, por isso fui caminhando com os olhos buscando por você correndo até o meu encontro. Eu torci pra que cê aparecesse antes que eu nos perdesse de vista, mas você não veio. Você nunca veio. E eu não tinha mais como ficar. Foram dias difíceis, moreno, doeu um bocado ter que te abandonar no meio do caminho, mas pra insistir em mim eu precisava desistir de você. Abrir mão do amor foi a parte do nosso fim em que eu mais sofri, mas eu fui forte, como a vida me ensinou a ser, e não desmoronei.

A gente já tinha acabado quando eu desisti de te esperar, então não joga essa responsabilidade pra cima de mim. Não havia mais como salvar a nossa história, por isso eu decide seguir em frente. A culpa nunca foi minha, moreno, ela sempre foi sua. Eu fui embora mesmo com todo o amor que eu ainda sentia, mesmo com todo o desejo de que o tal do cara certo fosse você, mesmo pedindo aos céus pra que você me achasse de algum jeito e me fizesse mudar de ideia, eu fui embora e você não fez nada pra me impedir porque você já não estava mais aqui. Você nunca esteve aqui. Você nunca quis ficar. Percebe? Foi você quem estragou nós dois, foi você quem colocou tudo à baixo, foi você quem destruiu o nosso amor. Foi você quem me obrigou a jogar a toalha, porque não valia a pena investir em algo que nunca foi real. Eu tentei, Deus sabe o quanto eu tentei, mas não deu, carregar um romance desmantelado era um fardo pesado demais preu aguentar sozinha. Já não dava mais, sinto muito. Eu não te disse adeus, mas você entendeu o recado, eu já não estou mais aqui. E a culpa é toda sua.

Um comentário:

  1. ''Histórias de amor também tem prazo de validade e a nossa já estava cheirando mal.'' eu sou completamente apaixonada por seus textos, leio e releio todos os dias

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.