Nova Perspectiva

8 de junho de 2015

A última carta de amor

Título: A última carta de amor 
Autora: Jojo Moyes 
Editora: Intrínseca
Páginas: 384
Ganhei o "A última carta de amor" de uma grande amiga no final do ano passado em um amigo secreto literário, fazia um tempo que eu queria ler algo da Jojo porque 90% das críticas que eu havia lido até então eram positivas. Impossível negar que ela acertou em cheio na escolha, comecei a ler e não queria parar, no final dei uma enrolada porque eu não queria finalizar (sou dessas) e acabei demorando um pouquinho mais. É um livro fofo, mas sem ser aqueles romances água com açúcar vou colocar o dedo na garganta de tão doce. Dei MUITA risada e chorei um pouquinho, só pra não perder o costume ahahaha ♥
A história se divide em duas partes, o passado e o presente, ela começa com a jornalista Ellie Harworth, uma mulher independente que está envolvida até a tampa em um relacionamento com um homem casado, conhecemos um pouco de sua história, do seu romance, das suas amizades e pensamentos, até que a chefe de Ellie pede pra que ela faça uma matéria falando da diferença das mulheres atuais e das de 40/50 anos atrás, e enquanto ela busca por informações no arquivo do jornal onde trabalha - Nation - acaba cruzando com uma carta de amor assinada apenas com um B.
Logo depois somos levados para 1960 e encontramos com Jennifer Stirling, uma mulher que acabou de sofrer um acidente e não lembra ao certo o que aconteceu antes disso. Embora seus amigos e seu marido façam de tudo para que ela se lembre de como era e, principalmente, de como o amava, Jennifer não consegue sentir ser quem eles dizem, é como se algo lhe faltasse. Algum tempo depois de voltar para casa, ela descobre uma carta escondida, aparentemente por ela mesma, assinada com um B, seu provável amante, ela resolve ir atrás da verdade, quer saber o que aconteceu e, acima de tudo, quem era esse homem, que de algum jeito ela sabe que ama.
A narração é um pouco confusa no começo, mas nada que fizesse o livro perder pontos, você percebe o corte da história da Ellie pra da Jenni, mas na história da Jenni somos a revelações feitas pelo narrador que requerem atenção, depois que eu peguei o ritmo me acostumei e gostei ainda mais da história. Jojo escreve fascinantemente, já corri pra livraria e comprei outro livro dela e não me canso! Encontrei minha autora atual favorita, sem sombra de dúvidas.
A última carta de amor me prendeu do começo ao fim, é daqueles livros que te inserem na história e fazem com que você não queira sair antes de saber o que o próximo capítulo guarda. Ele mistura o amor em suas diferentes formas: de casal, de amigo, de pai e filho, mãe e filha... Sério, gente, se tem um livro que eu indico pra vocês amarem pro resto da vida, é esse!
Saiba que você tem meu coração, minhas esperanças, em suas mãos. ♥

Acompanhe as redes sociais:

2 comentários:

  1. Ai que lindo!!!

    Já quero ra mim!!!


    beijos,

    Isabella | http://isabellalessa.com/

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Já vi esse livro várias vezes, mas nunca dei muita coisa por ele. Fico com vontade de ler agora

    Cherry On

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.