Nova Perspectiva

16 de novembro de 2013

Só não se esqueça de mim.

Imagem retirada do site weheartit
- Nossa!
- Oi? O que?
- Oi. Você tá tão diferente, moça.
- É. Faz tempo que a gente não se esbarra.
- É.
- É.
- Já fez dezessete.
- Dezoito.
- Já?
- Pois é.
- Ual.
- Que foi?
- Só fiquei impressionado.
- Comigo?
- Não. – risadas. – Com o tempo, como passou rápido.
- Ah, sim.
- Quer dizer, com você também.
- Sei.
- Sério... Você ficou tão mulher. Tá muito diferente.
- Cresci.
- É.
- Então tá.
- É, tá.
- Não.
- Não o que?
- Não tá não.
- Não?
- Não!
- Que foi?
- Nada, deixa pra lá.
- Agora fala.
- É besteira, esquece.
- Fala pô'.
- Sabe que dia é hoje?
- Sábado!?
- Dia de número.
- Quinze. Por quê?
- Só estava pensando.
- Pensando em que?
- Em hoje.
- Hoje?
- O hoje de seis anos atrás.
- Ah. E o que tem?
- Você não lembra?
- Não, eu devia?
- Não.
- Então...
- Então o que?
- Você ia dizer algo.
- Era isso.
- Só isso?
- Sim.
- Não faz sentido.
- Não.
- O que estava acontecendo hoje a seis anos?
- Não tem importância. Pelo menos não mais.
- Mas você disse que estava pensando...
- Estava. Já passou.
- O que passou?
- A gente.
- Como assim?
- Há seis anos. Já passou, passamos.
- Não to entendendo nada.
- Eu sei.
- Então me explica.
- Pra quê?
- Para eu entender.
- Pra quê?
- Porque eu quero.
- Pra quê?
- Explica!
- Deixa pra lá, vai...
- To te pedindo. Por favor?
- É só que tem tanta coisa, sabe? Tanta coisa que você não sabe, ou esqueceu, ou nunca soube. Sei lá. To confusa. É você e já não importa mais, me entende? Seus olhos, meu Deus esses olhos que eu tanto desejei que me possuíssem, estão aqui fitando a mim em busca de uma explicação do que houve há seis anos e isso não me faz estremecer. Você era meu mundo, sabia? Dei meu primeiro beijo em você e hoje faz seis anos, mas e daí? De que isso importa agora? Eu dava tudo pra te ter e você foi embora como se nada nunca tivesse importado, e não importou mesmo, mas é que cara, por mais besta que pareça, te olhando agora eu vejo que de certo modo foi bonito, foi intenso, só que eu exagerei demais nos efeitos especiais, transformei frases em livros, fiz de uma história de verão o romance da minha vida e nós não valemos tudo isso, você não valia tudo isso. E, caramba, nasceu um nó na minha garganta, mas eu não vou chorar não, porque já passou. Sabe? Acabamos e eu não coloquei o ponto final porque esqueci nossas folhas jogadas no fundo da gaveta, nos perdemos de vez em alguma dessas esquinas mal traçadas da vida e eu não senti sua falta, doeu tanto e depois cessou. Parou. Acabou. E agora eu to aqui parada na sua frente, com vontade de dizer tudo o que eu guardei pra mim nesses seis anos, mesmo sabendo que já não faz mais diferença, você é só alguém entre tantos alguéns que passaram pela minha vida e saíram sem marcar muita presença, porque a sua marca feriu e ferida cicatriza. Você cicatrizou. Eu cicatrizei. O amor estancou, que merda, o amor estancou e eu nem tive tempo de dizer que te amava. Eu te amei. Amei seu jeito moleque de ser homem, amei suas juras, seu toque, seus beijos. Amei todas as cenas e scripts que criei para nós, amei até mais do que devia, mais do que você merecia, e o mesmo amor que por tantos anos transbordou em mim e você nunca quis, é esse amor que se esgotou. Estranho né? Há seis anos, meu Pai do céu, há seis anos você era tudo o que eu mais desejava na vida e te olhando agora eu percebi que nada é tão eterno que a vida não possa apagar, esquecer. Mas é isso aí, foi bom te ver, quem sabe a gente não se esbarra de novo, só que agora eu preciso ir, tá ficando tarde e eu ainda tenho um bocado de coisas pra fazer, você deve ter também né. Tchau?
- Tchau.
- É.
- É. Então, feliz seis anos. Posso te ligar mais tarde?
(15/11/2013)

33 comentários:

  1. Nossa... Que lindo! *-* Espero que isso um dia aconteça comigo, um antigo amor se esbarre em mim e lembre de momentos bons e ruins que teve ao meu lado, os momentos marcantes. Adorei!

    xx,
    www.likeparadise.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Quem sabe, não é?! A vida prega tantas peças na gente, monta tantos momentos únicos...
      Beijos queri. ♥

      Excluir
  2. Mas, tem alguém que se esqueça do seu primeiro beijo? É a inauguração. O começo da nossa vida amorosa, de alguma forma.
    ミ Emilie Escreve ミ

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade Su, primeiro beijo e primeiro amor são coisas que marcam muito a vida da gente.

      Excluir
  3. Até mesmo um grande amor um dia passa, até parece que a vida vai arrastando tudo. Mas, acredito que o tempo sempre nos devolve algo de bom, mesmo que seja em outros braços, uma nova canção há de tocar para a chegada de um novo amor.AMEI AQUI!

    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Bonito.

    A gente guarda, em algum lugar dentro da gente a gente esconde o primeiro amor, deixa ele calado ali, assim... Amor é isso, vem e volta, e esses intervalos de um pro outro pode demorar o tempo que for, mas se foi amor, vai continuar sendo, enquanto houver vida.

    Boa noite moça, bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade, primeiro amor é sempre o maior amor.

      Beijos querido ♥

      Excluir
  5. Que gostoso isso de ler alguém falando, de fato, como a gente fala nossa língua brasileira. As gírias, as pausas, os "caramba!" foram tão verossímeis que eu consegui ver uma menina gesticulando. As mãos afastando o cabelo do rosto, um peso no peito, e o olhar voltado pra baixo com medo de fitar o outro nos olhos.

    Sutil e corriqueiro, o que não é comum. Muito bonito, menina.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai que comentário mais lindo! Muitíssimo obrigada. ♥

      Excluir
  6. Que texto lindo e envolvente, eu senti como se fosse eu! ... arrepios ... quanta ilusão colocamos em alguém né!? *_* Parabéns!

    http://www.virtualparadisee.blogspot.com.br/
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nós temos essa mania, né?! De colocar nossos objetivos, sonhos, desejos nas mãos de quem não tem nenhuma obrigação com a gente.
      Brigada ♥

      Excluir
  7. Olá,
    Muito legal teu diálogo.
    Vim agradecer o comentário sobre o texto "Amigo Urso" no Blogue Emilie escreve e te convidar a conhecer o Histórias, estórias e outras polêmicas

    ResponderExcluir
  8. Homens, tão sem memórias e noção de tempo.
    Passou, mas as lembranças e um sentimento diferente sempre fica pra nós mulheres.
    Passou e ficaram os "ses" e todas as lembranças de um sentimento bom.

    Lindo texto!

    ResponderExcluir
  9. Que amor Gabiiiiiiiiiiiii *-*
    que final, que uau!!!!!

    parabéns! quero mais diáááááloooogooooooooooooooooooos

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Comecei a ler os primeiros diálogos e não consegui parar haha! Parabéns pelo blog :)
    Beijos,
    www.blogdaninha.com

    ResponderExcluir
  11. Muito lindo e emocionante,eu gostei bastante da tua história!! Beijinhos,eu te desejo um fantástico mês de dezembro,tudo de bom para ti,mil beijinhos e fica com deus!!

    ResponderExcluir
  12. Taaao gosto de ler, adorei mesmo, achei super lindo, você escreve super bem e quero continuidade *o* Isso já aconteceu comigo, de reencontrar a pessoa e acabamos dizendo realmente o que sentíamos, voltamos, mas realmente não era o certo.
    http://www.stephaniecomph.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada querida, esses reencontros e despedidas são uma tristeza só.
      Beijos.

      Excluir
  13. ai que gracinha! eu gosto muito de diálogos, porque a gente lê rápido e aprecia... adoro quando eu viro a página de um livro e vejo que tem bastante diálogos, me animo hihihi
    adorei o seu e achei até engraçado como eles mesmos se confundiram na conversa... 'oi?' 'que?' 'hã?' hahaha

    adorei seu comentário lá no pe-dri-nha... muito obrigada pelas palavras. lembro do seu blog há muiiito tempo, desde o começo do meu próprio blog.

    continue encantando com as palavras ♥

    www.pe-dri-nha.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também, diálogos são amor ♥♥♥
      Ah Manie você é uma querida, muito obrigada.

      Excluir
  14. Amo seus texto, parece que você conta oque eu estou sentindo <3 pff nunca pare ��

    ResponderExcluir
  15. Lindo <3 Suas escritas sempre tocam de alguma forma nossos corações.

    ResponderExcluir
  16. Lindo! !
    Escrevendo minha vida sempre
    Me índentifiquei muito com os seus textos. Te descobri no pior momento da minha vida e seus posts só me ajudaram parecia que você tava descrevendo minha situação.
    Livro por favor? ?
    Bjs flor.

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.