Nova Perspectiva

24 de abril de 2012

Vazio.

Via reprodução
Oi, tudo bem?

Vem cá, liguei pra te contar que o meu mês foi ótimo, conheci uma porrada de cara bonito, de homens de verdade, nada de imitação barata de loja de um e noventa e nove, homens com cheiro forte, olhar marcante e papo bom. Minha semana foi daquelas, não consegui nem parar pra pensar em você, passou voando, parece que ontem era segunda. E a minha noite então, preciso comentar que foi um estouro, bar legal, amigos rindo, gente interessante, conversa fluindo, sorrisos encantadores.

Ainda tá ai? É, eu sei que já são três horas da manhã, mas que culpa eu tenho se cheguei só agora, hein? Se eu bebi? Claro que não, parece que não me conhece! Bem, talvez uma ou duas doses, nada demais. Posso terminar? Liguei pra te dizer que cheguei cansada, to só o pó, e que um amigo maravilhoso me trouxe em casa, abriu a porta do carro, veio comigo até aqui em cima e me deu até beijinho de boa noite, ele ficou um pouco e logo foi embora, ai eu fechei a porta, sentei no sofá e tinha uma foto nossa logo em cima da mesinha, liguei o som, bem baixo, porque você sabe como os vizinhos daqui são, né? Abri a geladeira pra pensar um pouco e me vi chorando, porque a minha noite foi ótima, eu conheci um cara maravilhoso, estou andando com uma galera legal e minha agenda tá lotada, mas ainda falta alguma coisa, ainda falta alguém, de nada me adianta essa vida badalada se eu gosto mesmo é de passar o domingo com você, de nada adianta essas festas de sexta-feira se aquele livro que estávamos escrevendo tá aqui, pela metade, que nem eu, que nem a gente, eu trocaria tudo pra te ter agora deitado na cama comigo, fazendo aquele cafuné que só você sabe fazer, até eu pegar no sono, amanhã eu ia te acordar com o cheiro do café coando no fogo e você iria até a cozinha me abraçar por trás e dizer que eu fico linda quando acordo, quando deito, quando sorrio, que fico linda a todo  momento quanto estamos juntos. Eu ia te chamar de bobo e voltaríamos para o quarto, do jeito que sempre foi, do jeito que não devia ter deixado de ser.

Desculpa se eu estou chorando, mas é que eu estou com tanta saudade de ter a agenda vazia e o coração cheio. O quê? Se você pode vir pra cá? Claro que pode.Vou ligar o computador, o livro precisa de mais um capítulo, a gente também. Chega logo. Te amo.
Mas de que adianta sair para festa e voltar para casa sempre com o coração vazio? Caio Fernando.

14 comentários:

  1. Esse texto lembrou as mentiras que eu tenho contado pra mim mesma pra ficar feliz.

    ResponderExcluir
  2. Eu já fiz isso...

    Hoje eu sei: prefiro chorar sozinha,


    Mas não espero mais a companhia desejada: dói menos, na manhã seguinte



    Bjkas

    ResponderExcluir
  3. Que lindo *-* Adorei

    Seu texto me lembrou a música 'Fim de noite- Adriana e a rapaziada'

    Boa Noite!

    ResponderExcluir
  4. Que lindo isso!!! Lágrimas nos olhos aqui!!

    Com toda certeza de nada adianta uma vida cheia se nos faltar algo essencial que nem todas as pessoas do mundo são capazes de substituir.

    Texto perfeito.

    ResponderExcluir
  5. Essa sensação de vazio.. é um horror, e às vezes pura teimosia do coração.

    ResponderExcluir
  6. Como disse a Alê lá encima, hoje prefiro chorar sozinha e desabafar poucas e boas num papel.

    ResponderExcluir
  7. Gabi, gostei do seu texto, conseguiu transparecer bem a garota que quer enganar o namorado e a si mesma, que tudo está ótimo, que está se divertindo, etc., mas na verdade está é com o coração vazio. Infelizmente é uma situação comum.

    "Odeio quem me rouba a solidão, sem em troca me oferecer verdadeira companhia".

    ResponderExcluir
  8. amei esse texto,perfeito
    coração vazio e a pior coisa do mundo
    beijos
    http://lolamantovani.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  9. O coração sempre denuncia os nossos sentimentos. Beijo Gabi.

    http://sabrinanunees.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Pois é. De que adianta ter uma agenda lotada se o que preenche a alma é um amor?
    :)

    ResponderExcluir
  11. É assim mesmo que acontece com muitas pessoas. Comigo é diferente, tem aquele vazio, mas a agenda não tá lotada e o coração continua vazio.

    Beijos
    Meu outro lado

    ResponderExcluir
  12. Que texto lindo, aliás que blog mais lindo! Parabéns princesa!

    http://mk-in-wonderland-fashion.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Nossa, me tocou esse texto. Me lembrou de como fui falsa comigo mesma. Chegaram a passar a acumular lágrimas em meus olhos

    ResponderExcluir
  14. Nova leitora :) Peguei seu blog em uma indicação viu que emocionante Haha
    amei a forma que você descreve sempre chamando atenção do leitor poderia escrever inumeras paginas que mesmo assim prenderia a minha atenção .

    Seguindo .

    http://indiretasparavoce.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.