Nova Perspectiva

5 de fevereiro de 2012

A culpa é dos contos de fada.

A menina ninava a boneca enquanto a mãe se atrapalhava com a papelada do trabalho e o jantar. Enjoada de todos os brinquedos, a pequena Analice decidiu pedir a mãe para que ela lesse uma historinha dessas de menina.
- Mamãe conta uma história?
- Agora não vai dar filha.- Respondeu-lhe a mãe perdida em seus serviços.
- Por favor, mamãe. - Implorou a garotinha.
- Pede para que a Lia lhe conte, agora eu realmente não posso.
A garota tendo notado que a mãe realmente não podia caminhou até o quarto da irmã mais velha e bateu calmamente na porta.
- Fala mãe. - Gritou a menina lá de dentro.
- Não é a mãe, Lili.
- Ah. - Suspirou. - O que queres Ana?
- Quero ouvir uma história. - Falou a pequenina entrando no quarto.
- Pede pra mamãe, tenho que estudar agora.
- Ela também está ocupada, lê uma para mim, por favor. - Implorou com as mãozinhas para convencer a irmã.
- Está bem. Respondeu-lhe sorrindo. - Qual você quer ouvir?
- Quero a da princesa?
- Princesa? - Questionou a irmã. - Lice, essas coisas não existem...
- Claro que existem. Lê Cinderela para mim.
Lia hesitou um pouco mas foi a procura do livro no quarto da caçula, depois de vasculhar a instante de livro lotada por contos de fadas voltou.
- Você está bem Lili?
- Claro Lice, senta aqui para eu começar a ler a história. - Respondeu ajudando a irmã a se sentar na cama.
Lia começou a ler o pequeno livro ilustrado enquanto Analice aos poucos caia em um lindo sonho. Ao terminar o livro a pequena menina de cabelos cacheados já havia adormecido, Lia então fechou o livro e caminhou até o outro quarto para guardá-lo.
- Obrigada por ter lido para ela. - Disse a mãe das garotas.
- Você não devia comprar estes livros para ela.
- Por quê?
- Ela vai acabar crescendo acreditando nas mesmas coisas que eu acreditava, príncipe encantado, castelo, princesas, carruagens e cavalos brancos.
- Mas é exatamente este o intuito dos contos de fada, filha.
- Só que está não é a verdade, mãe, essas histórias não existem, príncipes não existem, princesas, carruagens, amores perfeitos, isso tudo é invenção e dói demais buscar por algo irreal.
- Lia, não é porque um babaca te machucou que os contos de fada devem perder a sua verdade, muitos outros babacas vão aparecer na sua vida até que conheça seu príncipe.
- Eu nunca irei conhecê-lo, mãe, ele não existem! Eu jamais vou morar em um castelo, ser uma princesa, comer uma maça envenenada, ser salva por um cavalheiro ou andar em carruagens.
- É claro que não, filha, essas coisas não são reais... Os contos de fada vão muito além disso, as histórias se tratam do amor verdadeiro, é disso que os contos de fada falam... E carruagens? Tranças gigantes? Maças envenenadas? Filha, está na hora de modernizar seus contos de fada.
Dito isso a mulher beijou a testa da menina que tinha olhos de tristeza e voltou aos seus serviços.
A menina nunca encontrou um príncipe encantado, nunca morou em um castelo, nunca andou de carruagens e nunca foi princesa. Mas conheceu um alguém que a fez entender o verdadeiro sentido dos contos de fada, mas isso é uma outra história, quem sabe em um outro dia eu não lhes conto.

Ps: Saudades daqui.

22 comentários:

  1. Me da uma ajudinha, se puder é claro!
    votar aqui:
    http://bnascimentooo.blogspot.com/
    Na barra lateral, em DREAMER...
    Ficaria muito grata, Deus abençoe sua vida!

    ResponderExcluir
  2. Gabi, meu amor.
    Juro que não sumi.
    Só não estou tendo tempo de não respirar, estou terminando meu ensino médio + técnico, ano de vestibular, tenho que entregar meu TCC, está uma loucura.
    Prometo vim aqui me atualizar de tudo.

    Saudades infinitas.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  3. Menina, concentre-se no que vai te fazer bem,


    Bjka

    ResponderExcluir
  4. Oiee gabriela,Adorei essa Historia,Olha que eu sou uma menina que gosto Bastante de contos de Fada,Adorei seu cantinho,ja estou seguindo,vem conhecer o meu,bjs
    Rebequinha

    ResponderExcluir
  5. não suma mesmo viu!
    e estude meu bem, estude bastante, já passei por essa situação, vestibular é um problema chato!
    vai dar tudo certo
    vou torcer por ti tá?!
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Ah Flor que lindo!
    Tanta doçura nas suas palavras, me encantei. Queria ter mais tempo pra ler todos os seus contos!
    ^^
    Se cuida e boa sorte! ;*

    ResponderExcluir
  7. Que lindo... E mesmo eu nunca tendo encontrado o prícipe ou andado de carruagem, o que seria de mim sem os contos de fada?
    É, querida, é bem isso! E aquilo de que tudo em que acreditamos tem potencial de se tornar realidade.
    Saudades do teu blog.
    Vamos ver se agora eu apareço!
    Beijinhos, G.

    http://www.2pitadasdesal.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  8. Que lindo! Um conto simples e que diz tudo! Eu estava quase concordando com a Lia em dizer que é errado contar contos de fadas pra irmã mais nova por que tudo isso não existe e que ela iria crescer e se machucar depois de descobrir isso, mas o que a mãe falou é verdade. Contos de fadas falam sobre encontrar o verdadeiro amor.
    Own, achei muito fofo esse texto seu e você escreve muito bem *-*

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Dá uma passadinha la no meu blog && se gostar segue ?
    Aproveita pra deixar a sua opnião no ultimo post .
    Um beijo , www.paradateen1.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ai Gabi, eu amo teus textos... Você deixa a gente com 'gostinho de quero mais'! hehe Parabéns pela escrita gostosa que envolve a gente, tô meio desiludida e esse texto caiu como uma luva, tô parecendo a filha mais velha... haha
    Beijo e ótima semana pra vc
     Just Carol

    ResponderExcluir
  11. Concordo contigo, não é a historia em si, é o amor! ♥

    Adorei o texto, relaxa gata, todo mundo anda sem tempo nessa vida maluca, mas continuarei por aqui ^^

    Sorte!

    ResponderExcluir
  12. Adorei o texto, sempre fui uma menina fissurada em contos de fadas e queria encontrar meu príncipe encantado, mais com a sorte que tenho ele deve ter desistido de mim e está enchendo a cara e aproveitando a vida com alguma vagabunda por aí!
    http://fazdecontatxt.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Que conto lindo, adorei!
    Mas desde criança nunca acreditei muito em contos de fadas, não sei porque! rs

    Adorei teu blog!

    Beijos

    ResponderExcluir
  14. Tô botando fé nessa frase:

    ‎"Desisti de procurar o príncipe encantado...Tem muito sapinho legal por aí!"

    BEIJO!

    ResponderExcluir
  15. Ah,e o blog sempre diferente e lindo. =)
    Parabéns!

    ResponderExcluir
  16. Ai Gabi, sempre arrasando.
    Realmente, os contos de fadas tem o intuito de mostrar o amor verdadeiro, e não carruagens, castelos e maças envenenadas.
    Que um dia o amor verdadeiro chegue para todas nós!

    Obrigada pela visita, apareça la sempre que puder e muuita sorte nesse ano de vestibular!
    Beijo =*

    ResponderExcluir
  17. Não tem jeito Gabi, sempre somos vítimas de conto de fadas, seja como cinderelas, bruxas malvadas, ou apenas como um objeto de cenário.
    Gosto daqui.

    http://sabrinanunees.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  18. Awn, que fofinho! *-*
    Contos de fada existem sim, mas cada qual a sua maneira. O problema é quando ele irá acontecer.
    :**

    ResponderExcluir
  19. O texto ficou fofis. Talvez não era pra ser, mas ficou. Eu acho que o principal intuito dos contos de fadas á lição de moral, sabe? Falar a verdade, ser fiel aos seus, acreditar no amor, ser honesto. Se você for ver, em todos os contos de fadas tem esses fatores. O resto é só pra abrilhantar... de qualquer jeito, a gente cresce e monta o nosso próprio conto. Que é com certeza bem melhor que o de fadas, já que é real.
    Beeeeeeeeijo

    http://biacentrismo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Belo texto, Gabi.
    De fato, contos de fada não existem. É a mesma coisa com nós homens quando éramos pivetes e gostávamos de DragonBall e ajudávamos o Goku em seus golpes e tudo mais, o desenho é pura ficção obviamente, mas a moral, a mensagem que ele quer passar é o que importa.
    É meio estranha a comparação, mas creio que seja assim que funciona.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  21. Que belezura! (:
    Não teria conto melhor pra fazer-me matar a saudade daqui.
    Acho que no fim das contas sempre existe alguém que nos faz entender o verdadeiro sentindo dos contos de fadas, do tão falado amor verdadeiro. Mas é claro, isso tudo depois de se passar por um monte de babacas vida a fora.

    Saudades gabs! (F)

    http://amar-go.blogspot.com/

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.