Nova Perspectiva

28 de janeiro de 2011

O fruto do pecado - Parte 10

Leonardo estava sentado na cama e há olhava com um sorriso nos lábios, a garota continuou deitada quando abriu os olhos e sentiu um sorriso nascer em seus lábios também.
Neste segundo algumas coisas mudaram.
1- O coração dela sentiu algo novo.
2- Milhões de pensamentos lotaram a cabeça da garota.
3- Nada mais no mundo teve importância a não ser aquele sorriso.
- Sabe que eu era louco por você na quarta serie?
- Eu usava aparelho e óculos, tinha o cabelo armado e você era namorado de todas as garotas da sala. Eu gostava de você na quarta serie.
Eles riram, o sol brilhava do outro lado da janela, o quarto não estava mais bagunçado e tinha aquela iluminação de domino ensolarado. Os dois tiveram que lutar muito para controlar o coração que queria fugir pela boca.
- A única que eu queria era a que eu não tinha.
- Eu era tão feia.
- Não, você era diferente das outras e era por isso que eu gostava de você.
- Lembra quando viramos amigos?
- Lembro, e como! - ele riu. - Eu acertei sua cabeça com uma bola não foi?
- Sim, e eu quase desmaiei.
- Fiquei sem poder entrar na quadra por duas semanas, você disse que tinha sido de propósito.
- Eu achei que tinha sido.
- Mentira, você só falou para poder ficar do meu lado!
- Você teve que passar duas semanas me aturando e depois não quis mais me largar. Eu gostava de você na quinta serie também.
Ele sorriu. - Eu continuei gostando na sexta.
- E na sétima.
- Na oitava.
- Então fomos para o colegial e eu conheci o Paulo.
- Eu continuei gostando de você, quando nós nos formamos e eu fui para faculdade procurei todos os rostos que me lembravam você, foram com essas meninas que eu fiquei.
- Eu não amava o Paulo.
- Como assim?
- Eu achei que amava ele, eu sempre me senti atraída por ele e quando você disse que havia passado na faculdade e que ia para a capital eu pirei e resolvi que naquele momento eu ia me entregar para o Paulo.
- Isso quer dizer que...?
- Eu me forcei a amar o Paulo, eu realmente acabei gostando dele e gostei muito, mas não da mesma maneira que gosto de você.
Leonardo deitou do lado da garota e entrelaçou os dedos com os dela.
- Eu nunca te esqueci, nunca. - Falou a garota olhando para o rapaz.
- Eu também, você sempre esteve presente em meus pensamentos, eu sempre tive esperança de um dia poder te ter.
- Mas na situação que eu estou. - A garota tocou a barriga com a outra mão.
- Não, eu não ligo, na verdade Jú eu te admiro e a sua situação só me fez ver o quanto meu coração escolheu a garota certa!
- Eu tenho dezenove anos e estou gravida, como pode falar isso?
- Jú, metade das garotas que eu conheço já teriam achado uma família para adotar o bebe ou então abortado, não teriam lutado pelo direito da criança e não ligariam para o bebe. Mas você, olha, o dia que eu te liguei você falou que não podia beber coisa que você sempre gostou e foi por quem que você parou? Foi por quem também que você enfrentou o Paulo? Foi por ele. - O garoto tocou a barriga dela. - Eu te admiro Jú, te admiro muito.
O silêncio tomou conta do espaço e o rosto dos dois foi lentamente juntando-se, os lábios dela tocaram com os dele, alguém bateu na porta.


Continua
Gente quero pedir desculpas por não estar visitando os blogs esses dias, a minha vida está uma bagunça, a maioria já teve quinze anos não é?! rs Ultimamente algumas coisas estão acontecendo e eu não tenho parado em casa, entro, posto, fico cinco minutos e saiu, hoje vou dar uma lida e comentar em alguns e prometo que semana que vem volto ao normal ok?! Só estou arrumando as coisas por aqui, tirando tudo de baixo do tapete sabe? Não dá para eu explicar o que anda acontecendo, mas é bom, eu pelo menos acho, só espero que meu tão sonhado 'conto de fadas' não dure tão pouco, me desejem sorte (quem puder).
Obrigada pelo carinho e paciência que vocês têem tido comigo, o conto já está mesmo no final, mais um ou dois posts e acaba (acho) já sei como será o final, eu tinha um outro em mente mas a maioria das pessoas me matariam e como estou bem romântica (clichê) esses dias o final será fofo, com algumas coisas surpreendentes, mas fofo. Se alguém quiser eu depois faço uma rápida postagem com o outro final que eu tinha em mente.
Os selos como eu já disse postarei depois deste conto.
Já falei demais, beijos e mais uma vez obrigada a todos.

17 comentários:

  1. Estou gostando. Da minha pte sem pressão moça. Quinze não é uma idade fácil e a coisa piora em ano de vestibular mas passa.

    ResponderExcluir
  2. Adoro vir aqui, Sempre que leio percebo que escreve com a alma..
    Recebi esse selo, e indiquei teu blog.
    O que mais vejo aqui é uma escrita com pura alma.
    http://umamor-demenina.blogspot.com/2011/01/mais-um.html

    ResponderExcluir
  3. Já está na parte 10 e eu nem percebi, estou tão envolvida com a história que se você não tivesse numerado as partes eu nem perceberia que se passaram tantas.
    Acompanhando, e esperando com expectativas pelas próximas partes. ^^
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Acho que tenho idéia de como vai ser o final *-*, mas eu queria que depois ver o final que tu tinha em mente no começo, pode ser gabs?
    Tu poderia postar depois, ia ficar bacana, um final oculto -rs

    Ah e com relação à tua vida, boa sorte, que tudo dê certo. Sempre!

    :*

    ResponderExcluir
  5. AAh, que lindo. Ela sempre foi apaixonada pelo melhor amigo. Estou muito curiosa para saber o final *-*

    ResponderExcluir
  6. Aii sabe que eu ja pensava nisso, sou romantica aos extremos, fiquei imaginando logo final feliz pra ela, e saber que tinha alguém tão próximo, interessado e principalmente que partia a sua defesa, me fez pensar coisas rs,s

    'Nada mais no mundo teve importância a não ser aquele sorriso'.

    amei amei.

    aguardando cont.


    Ps. Sorte garota (yn)

    ResponderExcluir
  7. Oiee
    Amo o seu blog *-*
    Posso fazer parceria com vc?
    ^^ bjoss

    ResponderExcluir
  8. Vim aqui ler o que tinha perdido, gostei das partes passadas, de como as história foi se desenvolvendo, com algumas surpresas e eu estava torcendo pela Júlia e pelo Leonardo, por um momento até achei que ele fosse assumir o filho, haha.
    Espero a continuação agora.

    Bjs =)

    ResponderExcluir
  9. Jurava que era a última parte. Ainda bem que não. E eles se gostavam e nunca tinham dito? Nossa, perderam muito tempo. Mas poderia ser diferente 'hoje em dia', né?
    E boa sorte para você, garota, seja lá o que for. ;D
    ;*

    ResponderExcluir
  10. Então, eu to super curiosa para o final, mas se você está com problemas e sem tempo, eu vou me segurar e esperar né! Boa sorte com todas as coisas que voce está tirando debaixo do tapete =)
    Beeijo =*

    ResponderExcluir
  11. Vc escreve muito bem flor! Nossa deve ser tão bom reecontrar um amor antigo... Tão bom ter a chance de recomeçar a história de amor tão sonhada.. Pena q não é sempre assim né?! =/

    Beijãoooo, e seu blog está muitooo lindooo!

    =D

    ResponderExcluir
  12. Flor tm um selinho pra vc no meu blog
    bjoss ^^

    ResponderExcluir
  13. http://umlugaraosolpertodovento.blogspot.com/2011/01/ultima-cartada.html#comments

    ResponderExcluir
  14. amando muito, e boa sorte com o conto de fadas..
    beeijos
    visite-me se puder ^^
    http://www.saber-sonhar.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Ainda bem que eles se gostam, pois se merecem.

    Flor não esquenta, já tive 15 anos e sem bem como é.

    Bjs

    ResponderExcluir

"A gente corre o risco de chorar um pouco quando se deixou cativar." — Antoine de Saint-Exupéry — Cative-me.