nome blog

19 de julho de 2017

Te adoro em segredo

Hoje, ao ver suas fotos, deu saudade do beijo que não te dei; deu saudade do amor que a gente nem fez. Hoje, ao acordar com o vibrar do celular, achei que fosse mensagem sua me desejando bom dia e completando que, eu sim, era a pessoa dos seus sonhos. Deu saudade das suas piadas sem graça só para me fazer rir, das suas ideias produtivas, dos seus sonhos mais bonitos, e da nossa vontade absurda de viajar por aí sem passagem de volta conhecendo os melhores lugares do mundo.

18 de julho de 2017

As lembranças saíram pelos olhos


A melodia invadiu suavemente o interior do carro, trazendo um arrepio bom. As lembranças escaparam do baú e condensaram nos olhos, deixando claro que tudo aquilo que foi bom ainda perdura e é parte minha. Lembro que fugi do tom em meio a um soluço. E solucei bem no refrão. Repudiei-me um pouco por perder a graça da música que tocava, mas o estribilho se repetiu tantas e incontáveis vezes, que inspirei aliviada ao absorver cada letrinha que penetrava em mim.

17 de julho de 2017

Falar de amor é fácil

— Que bom te encontrar por aqui.
— É, imagino.
— Tô falando sério.
— E qual a razão desse amor repentino?
— Não é repentino.
— Ah não?
— Não! E eu tava com saudade.
— Saudade né, seu... É claro.
— É tão difícil acreditar em mim?

10 de julho de 2017

Namore uma garota que escreve

Namore aquela típica garota que transborda pelas mãos sentimentos sem razão, que pensa com o coração e se arrepende, fugindo sem direção. Namore uma garota que saiba a diferença entre “Mais e Mas”, “Por que e Porque”, conotação, acentuação, vírgulas e parágrafos quase inexistentes. Namore a garota que vez ou outra faz poesia sem entender, que vê linhas sem ter e conquista sem perceber. Poeta nata e sonhadora sensata (não?), louca demais para um dia pensar que seu coração se encontraria em outros, em meio a rabiscos entrelinhas e palavras que seriam laços eternos de diversas aflições.

7 de julho de 2017

Garota, você não tem culpa dele ser um idiota!


Faz um favor pra você mesma e levanta dessa cama garota, guarda esse celular bem longe de você e para de procurar saber como é que anda a vida dele. Não te interessa mais! Foi ele que escolheu cair na farra sem você, não foi? Foi ele que escolheu curtir a vida com os amigos, passar a noite nessas festas que não tem hora pra acabar, encher a cara e se envolver com várias garotas. Foi ele que abriu mão dos sonhos e das promessas e da vida que vocês teriam juntos, não é!? Então para de ficar se culpando por isso! Para de ficar se questionando o que foi que você fez de errado e de se perguntar o que é que cê devia ter feito de diferente. Você fez tudo certo, sabe? Ele que é um otário!

6 de julho de 2017

Você não é o meu para sempre mas será para sempre.

Clique para ouvir Iris - Goo Goo Dolls enquanto lê o texto. 

Há algum tempo percebi que carrego pra todo canto a impressão de que vou te encontrar por ai. Quando estou escolhendo o shampoo no corredor do supermercado, tenho a ligeira impressão que de você passou perto de mim. Quando estou na fila do cinema pra entrar na sessão, fico intrigada olhando pro moço de camisa branca que de costas me lembra tanto você. é como se eu fosse te encontrar na próxima esquina, mas nunca encontro.

5 de julho de 2017

Blusa de Lã Branca e Shorts Jeans no inverno

Dia 24/06 aconteceu o lançamento do nosso livrinho lá em Campinas (amei de montão conhecer toda galera que esteve presente, inclusive!), aprovei o dia e a presença da ilustríssima Thaís Wandrofski pra fotografar o look fofíssimo que eu estava usando. Como ainda era Outono e a gente não congelava só de sair na rua (saudades), quis fazer aquela mistura bem piriguete que eu amo de blusa de frio com shorts jeans e tênis.

Você podia ter dito a verdade


Eu só queria ter ouvido toda a verdade; sem mentiras, enganos, falhas. Nunca cobrei nada de você. Só te pedia para ser sincero, claro, verdadeiro. Podia ter me mandado a real de que tinha outra pessoa envolvida na nossa história. Custava nada chegar e falar que não tava mais afim de nós e que, daqui pra frente, iria viver outra vida, outro mundo, outro amor. Eu iria, mesmo não querendo, aceitar numa boa. Mesmo com o coração doendo em ouvir uma verdade, eu ia ter que saber a lidar com a realidade da vida: de que você, que era o meu grande amor, estava partindo de uma vez e sem volta. E seria melhor se machucar com a verdade, do que se ferir com uma mentira. A verdade, um dia, passará. A mentira é uma dor eterna.